quinta, 19 de setembro de 2019

AMAERJ | 28 de agosto de 2019 13:55

Tribunal de Justiça do Rio é o mais produtivo do país pela 10ª vez

Share 'Tribunal de Justiça do Rio é o mais produtivo do país pela 10ª vez' on Delicious Share 'Tribunal de Justiça do Rio é o mais produtivo do país pela 10ª vez' on Digg Share 'Tribunal de Justiça do Rio é o mais produtivo do país pela 10ª vez' on Facebook Share 'Tribunal de Justiça do Rio é o mais produtivo do país pela 10ª vez' on Google+ Share 'Tribunal de Justiça do Rio é o mais produtivo do país pela 10ª vez' on Link-a-Gogo Share 'Tribunal de Justiça do Rio é o mais produtivo do país pela 10ª vez' on LinkedIn Share 'Tribunal de Justiça do Rio é o mais produtivo do país pela 10ª vez' on Pinterest Share 'Tribunal de Justiça do Rio é o mais produtivo do país pela 10ª vez' on reddit Share 'Tribunal de Justiça do Rio é o mais produtivo do país pela 10ª vez' on StumbleUpon Share 'Tribunal de Justiça do Rio é o mais produtivo do país pela 10ª vez' on Twitter Share 'Tribunal de Justiça do Rio é o mais produtivo do país pela 10ª vez' on Add to Bookmarks Share 'Tribunal de Justiça do Rio é o mais produtivo do país pela 10ª vez' on Email Share 'Tribunal de Justiça do Rio é o mais produtivo do país pela 10ª vez' on Print Friendly Whatsapp

Pelo décimo ano consecutivo o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) está em primeiro lugar no ranking de produtividade do Relatório Justiça em Números. O levantamento foi divulgado nesta quarta-feira (28) pelo CNJ (Conselho Nacional de Justiça) durante a 2ª Reunião Preparatória para o 13º Encontro Nacional do Poder Judiciário, em Brasília.

O TJ-RJ lidera o Índice de Produtividade dos Magistrados (IPM), com uma média de 3.339 casos julgados por cada magistrado. A AMAERJ parabeniza a todos pelo trabalho de excelência no Judiciário fluminense.

“Tenho muito orgulho de ser a representante da magistratura do Rio de Janeiro, a mais produtiva do Brasil. É em decorrência do trabalho, da criatividade e do esforço pessoal de cada magistrado que o Tribunal de Justiça alcança esse resultado histórico”, afirmou a presidente da AMAERJ, Renata Gil.

Leia também: Relatório aponta redução de processos pendentes no Judiciário brasileiro
Elevação das Comarcas de Macaé e Barra Mansa será votada pela COMAQ
Associações tratam de PL do Extrateto e Abuso de Autoridade com presidente da Câmara

Referência de fonte das estatísticas oficiais do Poder Judiciário, o Justiça em Números divulga anualmente a realidade dos tribunais brasileiros. Em 2019, o mais completo balanço da Justiça apresenta dados estatísticos de 90 tribunais e detalhamento da estrutura e litigiosidade, além de indicadores e análises essenciais para subsidiar a gestão judiciária.

O TJ-RJ também atingiu 100% do IPC-Jus (Índice de produtividade Comparada da Justiça), junto ao Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, no segmento de tribunais de grande porte.

Alta produtividade no Brasil

Nacionalmente, a produtividade do Judiciário registrou os maiores índices já medidos nos últimos dez anos, com crescimento tanto da produtividade individual (média por magistrado e servidor) quanto da global (total de baixados e de sentenças).

Em 2018, houve aumento no número de processos baixados, que chegou a 31.883.392. A produtividade média dos magistrados cresceu em 4,2%, atingindo o maior percentual da última década, com média de 1.877.

O número de sentenças também cresceu – em 2018, foram julgados quase 1 milhão de processos a mais do que no ano anterior (2017). O número de sentenças chegou ao ápice da série histórica: 32.399.651. Em média, cada juiz julgou quase oito casos por dia útil do ano, e o crescimento da produtividade ocorreu em todas as instâncias: 1º grau, 2º grau e tribunais superiores.

Acesse aqui o Relatório Justiça em Números 2019 completo.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja o primeiro a comentar!