sexta, 24 de setembro de 2021

Judiciário na Mídia Hoje | 14 de setembro de 2021 13:46

Rio e TJ-RJ lançam projeto para inserir mulheres vítimas de violência doméstica no mercado de trabalho

*O Dia

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro | Foto: Matheus Salomão

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, o presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ), Henrique Carlos de Andrade Figueira, e os secretários municipais de Trabalho e Renda, Sérgio Felippe, e de Políticas e Promoção da Mulher, Joyce Trindade, apresentaram, nesta terça-feira (14), o Projeto Novos Rumos, que tem como objetivo encaminhar mulheres em situação de violência doméstica, que têm ações judiciais na Justiça fluminense, a uma inserção no mercado de trabalho. 

Leia também: Finalistas do Prêmio AMAERJ Patrícia Acioli serão anunciados em outubro
EMERJ inaugura retrato do promotor Guilherme Peña de Moraes
ENM prorroga prazo de inscrição em curso com Universidade de Salamanca

Segundo a juíza Adriana Ramos de Mello, titular do 1º Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher da Capital, pesquisas recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que a pandemia acentuou a dificuldade financeira de muitas mulheres que não têm nem o alimento mais básico para comer.

“São dados estarrecedores e este convênio vem agora como um bálsamo. O Tribunal de Justiça do Rio, preocupado com a dificuldade que essas mulheres enfrentam, oferecerá a elas uma oportunidade de se inserirem no mercado de trabalho, em parceria com a Prefeitura”, destacou.

Para a magistrada, que atua há anos no combate à violência doméstica, um grande desafio hoje no Brasil é a questão do trabalho. “Grande parte delas sofre muito em função da dependência econômica, aquela relação se torna abusiva e elas não têm como se manter, não têm emprego”.