quinta, 12 de dezembro de 2019

AMAERJ | 13 de junho de 2019 18:36

No Fonaje, Renata Gil agradece aos juízes pelo trabalho de excelência

Share 'No Fonaje, Renata Gil agradece aos juízes pelo trabalho de excelência' on Delicious Share 'No Fonaje, Renata Gil agradece aos juízes pelo trabalho de excelência' on Digg Share 'No Fonaje, Renata Gil agradece aos juízes pelo trabalho de excelência' on Facebook Share 'No Fonaje, Renata Gil agradece aos juízes pelo trabalho de excelência' on Google+ Share 'No Fonaje, Renata Gil agradece aos juízes pelo trabalho de excelência' on Link-a-Gogo Share 'No Fonaje, Renata Gil agradece aos juízes pelo trabalho de excelência' on LinkedIn Share 'No Fonaje, Renata Gil agradece aos juízes pelo trabalho de excelência' on Pinterest Share 'No Fonaje, Renata Gil agradece aos juízes pelo trabalho de excelência' on reddit Share 'No Fonaje, Renata Gil agradece aos juízes pelo trabalho de excelência' on StumbleUpon Share 'No Fonaje, Renata Gil agradece aos juízes pelo trabalho de excelência' on Twitter Share 'No Fonaje, Renata Gil agradece aos juízes pelo trabalho de excelência' on Add to Bookmarks Share 'No Fonaje, Renata Gil agradece aos juízes pelo trabalho de excelência' on Email Share 'No Fonaje, Renata Gil agradece aos juízes pelo trabalho de excelência' on Print Friendly Whatsapp

A presidente da AMAERJ e vice Institucional da AMB (Associação dos Magistrados Brasileiros), Renata Gil, ressaltou a notável atuação dos magistrados dos Juizados Especiais, em painel no 45º Fonaje (Fórum Nacional de Juizados Especiais), nesta quinta-feira (13), em Florianópolis (SC).

“O sistema dos Juizados entrega para a sociedade a Justiça da forma mais célere. O Rio de Janeiro é pelo nono ano consecutivo o tribunal mais produtivo do país, em grande parte pela atuação dos Juizados. Agradeço muito aos juízes dos Juizados pelo trabalho que vocês têm desenvolvido na Justiça brasileira”, disse.

Leia também: Corregedor recomenda que tribunais instalem Justiça Itinerante
No STF, juiz do Rio participa de encontro sobre audiência de custódia
Aposentados e pensionistas terão que fazer recadastramento bancário

A presidente destacou a necessidade de preservação do princípio da não ordinariedade dos Juizados e sugeriu a criação de um órgão no CNJ (Conselho Nacional de Justiça) para o fortalecimento do sistema dos Juizados.

Renata Gil representou a AMB no encontro. Ela falou sobre a atuação da entidade nacional no Congresso em defesa dos Juizados e dos magistrados em temas como a Reforma da Previdência e o abuso de autoridade.

“Em nome do presidente da AMB, Jayme de Oliveira, agradeço ao Fonaje pelo trabalho que tem realizado no Congresso Nacional com a associação. Temos grandes desafios, como as tentativas de retirar a característica do sistema dos Juizados, que é a agilidade. Os desafios são grandes no Parlamento. Em toda a luta dos juízes dos Juizados, a AMB estará com os senhores, apresentando propostas e fazendo a interlocução com os parlamentares.”

Também fizeram palestras no Fonaje o ministro do STJ (Superior Tribunal de Justiça) Antonio Saldanha, o desembargador do TJ-RJ Joaquim Domingos e o juiz do TJ-RJ Alexandre Chini.

Com o tema “Juizados Especiais como Instrumento de Acesso à Justiça Informal e Simplificada”, o Fonaje acontece até esta sexta-feira (14). O Fonaje foi criado em 1997, com o intuito de aprimorar a prestação dos serviços jurisdicionais nos Juizados Especiais, com base na troca de informações e, quando possível, na padronização dos procedimentos adotados. 

Reprodução/TJ-SC

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja o primeiro a comentar!