sexta, 23 de agosto de 2019

AMAERJ | 11 de janeiro de 2019 16:13

Homero Sabino de Freitas, da Asmego, visita a sede da AMAERJ

Share 'Homero Sabino de Freitas, da Asmego, visita a sede da AMAERJ' on Delicious Share 'Homero Sabino de Freitas, da Asmego, visita a sede da AMAERJ' on Digg Share 'Homero Sabino de Freitas, da Asmego, visita a sede da AMAERJ' on Facebook Share 'Homero Sabino de Freitas, da Asmego, visita a sede da AMAERJ' on Google+ Share 'Homero Sabino de Freitas, da Asmego, visita a sede da AMAERJ' on Link-a-Gogo Share 'Homero Sabino de Freitas, da Asmego, visita a sede da AMAERJ' on LinkedIn Share 'Homero Sabino de Freitas, da Asmego, visita a sede da AMAERJ' on Pinterest Share 'Homero Sabino de Freitas, da Asmego, visita a sede da AMAERJ' on reddit Share 'Homero Sabino de Freitas, da Asmego, visita a sede da AMAERJ' on StumbleUpon Share 'Homero Sabino de Freitas, da Asmego, visita a sede da AMAERJ' on Twitter Share 'Homero Sabino de Freitas, da Asmego, visita a sede da AMAERJ' on Add to Bookmarks Share 'Homero Sabino de Freitas, da Asmego, visita a sede da AMAERJ' on Email Share 'Homero Sabino de Freitas, da Asmego, visita a sede da AMAERJ' on Print Friendly Whatsapp
Homero Sabino de Freitas, 1º vice-presidente da Asmego

Memória viva da história associativa nacional e de Goiás, o 1º vice-presidente da Asmego (Associação dos Magistrados do Estado de Goiás), Homero Sabino de Freitas, visitou a sede da AMAERJ e a sede histórica da AMB nesta sexta-feira (11). Fundador da entidade goiana há quase cinco décadas, o desembargador aposentado, de 88 anos, foi acompanhado por Edmundo Franca, assessor da presidência da AMB (Associação dos Magistrados Brasileiros) e diretor tesoureiro da Amajum (Associação dos Magistrados da Justiça Militar).

Com visão aguçada sobre o cenário do país, da Justiça e da vida associativa, Freitas relembrou as primeiras visitas ao Rio de Janeiro em 1968. O magistrado afirma que, naquele período, a associação fluminense já tinha grande influência no cenário nacional.

Ao comentar o momento atual da magistratura brasileira, Freitas avalia que a atuação da presidente da AMAERJ e vice-presidente Institucional da AMB, Renata Gil, pode reverberar em todo o Brasil.

“Renata é a única que luta contra o preconceito de que mulher não pode ser presidente de associação. No Rio de Janeiro, ela conseguiu romper esse antagonismo”, disse.

Leia também: Ertulei Matos assume a presidência da AMPERJ na segunda-feira
Justiça do Rio bloqueia bens de Cabral, Pezão e Picciani
Notícia falsa sobre o Plantão Judiciário circula em redes sociais

Além de histórias de seu período de atuação como juiz e desembargador em Goiás, o 1º vice-presidente da Asmego falou que a experiência dos magistrados aposentados pode ajudar as associações.

“Nós pegamos o trator pesado em uma área densa e abrimos uma estrada pavimentada para quem veio depois. Abrimos espaço para a entrada da juventude. Entramos para somar e ajudar no surgimento de novas lideranças, já que a renovação oxigena os ambientes e é essencial para a continuidade do trabalho associativo”, afirmou.

Homero Sabino de Freitas e Edmundo Franca

Ex-presidente do TJ-GO (Tribunal de Justiça de Goiás) no biênio 1975-1977, Freitas foi homenageado com a Comenda Cruz do Mérito no 23º CBM (Congresso Brasileiro de Magistrados), em maio de 2018. A honraria é entregue pela AMB a personalidades por seu esforço para a melhoria e a valorização do Poder Judiciário e da classe da magistratura brasileira.

Edmundo Franca elogiou o amigo de longa data. “Homero tem muita sensibilidade social. Conversamos sobre os casos em que ele atuou. Além de suas visões lúcidas sobre a cena atual no Judiciário e no país, ele leva a experiência de Goiás para, por exemplo, o Conselho de Representantes da AMB”, disse.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja o primeiro a comentar!