quarta, 23 de setembro de 2020

Destaques da Home | 30 de janeiro de 2020 17:06

Tribunal de Justiça do Rio empossa 14 juízes promovidos e removidos

Magistrados tomam posse em cerimônia no Salão Nobre | Foto: Matheus Salomão

O presidente do TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro), Claudio de Mello Tavares, empossou nesta quinta-feira (30) 14 juízes promovidos e removidos. Os magistrados assumiram vagas em juizados especiais e da violência doméstica, varas cíveis, criminais, da infância e de órfãos e sucessões e JDS (Juiz Desembargador Substituto de Segundo Grau).

“É uma alegria muito grande estar aqui mais uma vez, na minha gestão como presidente do tribunal, para dar posse a novos colegas. Amo o que faço e tenho certeza que todos nós aqui somos vocacionados. Temos esse compromisso de vida que é julgar o nosso semelhante. Gostaria de parabenizar a todos que foram promovidos e removidos”, afirmou Claudio de Mello Tavares.

Leia também: Sistema Eletrônico de Execução Unificado chega ao Rio de Janeiro
AMAERJ requer antecipação de 50% do 13º salário para magistrados e servidores
Posse da nova diretoria da AMAERJ acontecerá no Órgão Especial

Tomaram posse por promoção os juízes Almir Carvalho (5ª Vara Cível de Campos dos Goytacazes), Rosana Albuquerque Franca (Vara da Infância, da Juventude e do Idoso de Nova Iguaçu/Mesquita), Rafael de Oliveira Monaco (1ª Vara Cível Regional de Campo Grande) e Cristina de Araújo Goes Lajchter (6ª Vara Cível de Nova Iguaçu/Mesquita).

Foram removidos os juízes Mauricio Magnus (29º Juizado Especial Cível da Capital), Carla Faria Bouzo (2º Juizado Especial Cível de Nova Iguaçu/Mesquita), Livingstone dos Santos Silva Filho (2ª Vara Cível Regional de Jacarepaguá), Georgia Vasconcellos da Cruz (2ª Vara da Fazenda Pública da Capital), Claudia Nascimento Vieira (5ª Vara de Órfãos e Sucessões da Capital), André Luiz Nicolitt (1º Juizado Especial Criminal de São Gonçalo), João Guilherme Chaves Rosas Filho (Juizado da Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher de Niterói), Carlos Eduardo Carvalho de Figueiredo (19ª Vara Criminal da Capital), Rubens Soares Sá Viana Junior (3ª Vara Cível de Itaboraí) e Maria Teresa Pontes Gazineu (10º Juiz de Direito Substituto de Segundo Grau).