sábado, 16 de outubro de 2021

AMAERJ | 08 de outubro de 2021 17:03

Presidentes do TJ e da AMAERJ vão a Macaé ouvir juízes do Norte Fluminense


Presidentes da AMAERJ do TJ-RJ com magistrados de Macaé e o deputado Chico Machado (PSD) | Foto: Evelyn Soares

Acompanhado do presidente da AMAERJ, Felipe Gonçalves, o presidente do TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro), desembargador Henrique Figueira, visitou nesta sexta-feira (8) o Fórum Desembargador Ivair Nogueira Itagiba, em Macaé. Ele foi ao município conversar com os magistrados que atuam no Norte Fluminense, a fim de se aprofundar nos problemas enfrentados pela Magistratura na região e, em conjunto, buscar soluções.

No encontro, discutiram-se temas importantes, como o reduzido número de magistrados e a consequente acumulação dos cargos. Falou-se, ainda, sobre o estoque processual e a produtividade dos juízes.

Figueira e Gonçalves foram recepcionados pelos colegas magistrados e pelo juiz diretor, Sandro de Araújo Lontra. Participou do encontro o deputado estadual Chico Machado (PSD). Os visitantes percorreram as instalações do fórum e reuniram-se, de manhã e à tarde, com os juízes locais. 

Estavam presentes o juiz dirigente do 6º NUR (Núcleo Regional, de Campos dos Goytacazes), Wycliffe de Melo Couto; o juiz auxiliar da presidência do TJ Rafael Estrela Nóbrega; os juízes das varas e juizado Cíveis Leonardo Hostalácio Notini, Josué de Matos Ferreira e Suzane Vieira Macedo; e as juízas das varas de Família Gisele Gonçalves Dias e Ingrid Carvalho de Vasconcellos. 

“É o contato que o presidente precisa ter com seus magistrados. Sempre tive a intenção de visitar todas as comarcas. Estou começando este processo. É importante para saber o que o juiz quer, pensa e precisa. Precisamos estar juntos para termos uma boa administração do Tribunal”, afirmou o presidente do TJ do Rio, Henrique Figueira. 

O presidente da AMAERJ, que atuou em por sete anos na Comarca de Macaé, reiterou a relevância da visita. “É de suma importância estar próximo à Magistratura do interior e ouvir suas demandas. Os magistrados do interior têm canal direto com a Associação“, disse Gonçalves. 

O deputado apresentou ao presidente do TJ a Indicação Legislativa 35/2019, que propôs alterar o Codjerj (Código de Organização e Divisão Judiciária do Estado do Rio de Janeiro) para que a Comarca de Macaé torne-se entrância especial. 

Reunião ocorreu na sala da EMERJ do Fórum | Foto: Evelyn Soares
A visita foi guiada pelo diretor do Fórum, juiz Sandro Lontra (terceiro, da esq. para dir.) | Foto: Evelyn Soares
Magistrados do fórum de Macaé com os presidentes do TJ- RJ e da AMAERJ | Foto: Evelyn Soares