segunda, 17 de junho de 2019

AMAERJ | 06 de novembro de 2018 10:23

Órgão Especial aprova permuta de plantões requerida pela AMAERJ

Share 'Órgão Especial aprova permuta de plantões requerida pela AMAERJ' on Delicious Share 'Órgão Especial aprova permuta de plantões requerida pela AMAERJ' on Digg Share 'Órgão Especial aprova permuta de plantões requerida pela AMAERJ' on Facebook Share 'Órgão Especial aprova permuta de plantões requerida pela AMAERJ' on Google+ Share 'Órgão Especial aprova permuta de plantões requerida pela AMAERJ' on Link-a-Gogo Share 'Órgão Especial aprova permuta de plantões requerida pela AMAERJ' on LinkedIn Share 'Órgão Especial aprova permuta de plantões requerida pela AMAERJ' on Pinterest Share 'Órgão Especial aprova permuta de plantões requerida pela AMAERJ' on reddit Share 'Órgão Especial aprova permuta de plantões requerida pela AMAERJ' on StumbleUpon Share 'Órgão Especial aprova permuta de plantões requerida pela AMAERJ' on Twitter Share 'Órgão Especial aprova permuta de plantões requerida pela AMAERJ' on Add to Bookmarks Share 'Órgão Especial aprova permuta de plantões requerida pela AMAERJ' on Email Share 'Órgão Especial aprova permuta de plantões requerida pela AMAERJ' on Print Friendly Whatsapp

Juíza Eunice Haddad, secretária-geral da AMAERJ

Na sessão do Órgão Especial desta segunda-feira (5), foi aprovado o requerimento da AMAERJ de alteração da Resolução TJ/OE nº 33/2014, para possibilitar a permuta de plantões entre magistrados de primeiro grau independentemente da escala publicada.

“Este era um pleito antigo da magistratura de primeiro grau, que já acontece em outras instituições e Estados. O Rio de Janeiro se mantém na vanguarda nacional com decisões como esta do Órgão Especial”, afirmou a juíza Eunice Haddad (secretária-geral da AMAERJ).

Pela nova regra, as permutas poderão ser feitas ainda que não se saiba quando será o plantão de um dos magistrados. Fica o magistrado, no entanto, comprometido a realizar o respectivo plantão, já que se trata de permuta.

O regramento anterior dificultava as permutas, principalmente no interior. A flexibilização da regra era antigo anseio da classe.

Leia também: Conheça os finalistas do 7º Prêmio AMAERJ Patrícia Acioli de Direitos Humanos
Diretores da AMAERJ assumem vagas em Conselho Antidrogas
AMAERJ-Niterói ajuda pacientes com câncer e crianças carentes

A alteração foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico desta terça-feira (6):

RESOLUÇÃO TJ/OE/RJ nº 12/2018

Altera dispositivo da Resolução nº 33/2014, do Órgão Especial.

O ÓRGÃO ESPECIAL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo disposto no inciso I do art. 96 e no art. 99 da Constituição Federal, e na alínea “a”, inciso VI, do art. 3º do Regimento Interno do Tribunal de Justiça, e tendo em vista o decidido na sessão realizada no dia 05 de novembro de 2018 (Processo nº 2018-190773);

Altera o § 1º do artigo 18 da Resolução TJ/OE/RJ nº 33/2014 que consolida as normas sobre a ininterrupta prestação jurisdicional exigida em âmbito nacional pelo disposto no artigo 93,XII, da Constituição Federal, com a redação dada pela Emenda Constitucional 45, de 8 de dezembro de 2004.

RESOLVE:

Art. 1º. Fica alterado o § 1º do artigo 18 da Resolução TJ/OE/RJ nº 33 de 03 de novembro de 2014, deste Órgão Especial, que passa a ter a seguinte redação:

“Art. 18. (…)

§ 1º A eventual necessidade de permuta deverá ser requerida à Presidência até três dias úteis antes da data designada para o plantão e deverão se dar entre juízes de mesma Região Judiciária, independente da escala publicada, ficando o deferimento do pedido a exclusivo critério da Administração.”.

Art. 2º. Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Rio de Janeiro, 05 de novembro de 2018

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja o primeiro a comentar!