terça, 02 de junho de 2020

Brasil | 31 de março de 2020 12:08

Trabalho domiciliar eleva produção da magistratura, atesta a imprensa

O sistema de home office instituído pelos tribunais dos Estados brasileiros durante a pandemia do coronavírus tem resultado em aumento de produtividade, conforme indica reportagem publicadas no jornal “Folha de S.Paulo” e informações divulgadas pela rádio CBN.

Leia também: À Globo, Felipe Gonçalves incentiva doações à rede de saúde
Requerimento da AMAERJ é atendido por TJ e Corregedoria
Cesar Cury destaca relevância da solução de conflitos online na crise

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) constatou que, em trabalho domiciliar, os magistrados, no período de 16 a 25 deste mês, só na primeira instância, prepararam 76 mil sentenças.

Além das sentenças, os juízes estaduais de São Paulo tomaram 336 mil decisões interlocutórias (como, por exemplo, medidas liminares) e realizaram 205 mil despachos simples. O TJ-SP calcula que o aumento produtivo gira em torno de 10% a 15% em comparação ao período anterior à adoção do trabalho em casa.

Confira aqui a notícia da “Folha de S. Paulo”.

Ouça o que disseram os apresentadores da CBN a respeito do aumento da produtividade da magistratura.