sábado, 16 de outubro de 2021

AMAERJ | 30 de junho de 2021 11:53

Recadastramento presencial de aposentados é suspenso pelo TJ-RJ

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro | Foto: Matheus Salomão

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) suspendeu o recadastramento anual de magistrados e servidores aposentados e pensionistas pelo Banco Bradesco. O procedimento seria realizado de forma presencial a partir desta quinta-feira (1º de julho). Em razão da pandemia, a AMAERJ havia solicitado que a prova de vida fosse realizada pela internet.

Assinado nesta terça-feira (29) pelo presidente do TJ-RJ, desembargador Henrique Figueira, e publicado nesta quarta-feira (30) no Diário de Justiça Eletrônico (DJERJ), o Aviso nº 74/2021 suspendeu o Aviso nº 58/2021 e informou que o recadastramento será retomado futuramente, em data oportuna.

Segundo o Aviso nº 58, publicado diariamente pelo DJERJ desde 8 de junho, os aposentados e pensionistas precisariam comparecer pessoalmente aos postos de atendimento ou agências do banco. Em requerimento enviado em 16 de junho ao TJ do Rio, a AMAERJ destacou que, neste ano, os servidores públicos federais e os segurados do INSS puderam realizar a prova de vida por meio de aplicativos digitais, como “SouGov.br” e “Meu Gov.br”.

“Considerando a necessidade de distanciamento social e a fim de contribuir para a atenuação da pandemia de Covid-19, a AMAERJ requer ao TJ-RJ o desenvolvimento de aplicativo para que a prova de vida de magistrados e servidores aposentados e pensionistas de magistrados seja realizada pela internet”, destacou a Associação no documento.

Leia também: Desembargadores e juízes podem se inscrever em duas vagas no CNJ
AMAERJ firma convênio com a Casa de Arte e Cultura Julieta de Serpa
Justiça do RJ ultrapassa mil sentenças de redesignação sexual