sábado, 16 de outubro de 2021

AMAERJ | 13 de outubro de 2021 12:19

Reportagem sobre prisão em hospícios na ditadura concorre ao Patrícia Acioli

“Da tortura à loucura: ditadura internou 24 presos políticos em manicômios” é um dos cinco trabalhos da categoria Reportagens Jornalísticas selecionados para a final do 10º Prêmio AMAERJ Patrícia Acioli de Direitos Humanos.

Em minucioso levantamento, a jornalista Amanda Rossi e equipe do portal noticioso UOL apurou a ocorrência de 24 casos de presos por motivações políticas internados pela ditadura militar brasileira (1964-1985) em manicômios, mesmo sem a manifestação prévia de doenças mentais. Pelo menos 22 das vítimas foram, por questões ideológicas, submetidas a torturas em prisões comuns, antes da transferência para os hospícios.

A inédita reportagem revela mais uma grave prática de violação aos direitos humanos cometida durante o período ditatorial.

Leia também: Três trabalhos de magistrados disputam o Prêmio Patrícia Acioli
Conheça os projetos que concorrem na categoria Práticas Humanísticas
Comissão Julgadora escolhe os finalistas de Trabalhos Acadêmicos

Prêmio

Os vencedores do AMAERJ Patrícia Acioli de Direitos Humanos serão conhecidos em 8 de novembro, na cerimônia de premiação híbrida (presencial e virtual).

Os primeiros lugares de Práticas Humanísticas, Reportagens Jornalísticas e Trabalhos Acadêmicos receberão, cada um, R$ 15 mil; os segundos, R$ 10 mil; os terceiros, R$ 5 mil.

Os três primeiros colocados ganharão troféus. Os demais finalistas serão homenageados com Menções Honrosas. Na categoria Trabalhos dos Magistrados, os três primeiros colocados receberão troféus, sem premiação em dinheiro.
O Troféu Hors Concours será destinado, post mortem, à juíza Viviane Vieira do Amaral, vítima de feminicídio às vésperas do Natal de 2020.

Criado em 2012, o AMAERJ Patrícia Acioli de Direitos Humanos é um prêmio que celebra a memória da juíza Patrícia Acioli. Titular da 4ª Vara Criminal de São Gonçalo, ela foi morta em 2011, em Niterói, por policiais militares.

Leia aqui a reportagem finalista.