domingo, 16 de maio de 2021

AMB | 16 de março de 2021 12:44

Renata Gil assume a direção da Frente Associativa da Magistratura e do MP

Juíza Renata Gil é a nova presidente da Frentas | Foto: AMB

Representante de 40 mil juízes, desembargadores, promotores e procuradores de Justiça do país, a Frente Associativa da Magistratura e do Ministério Público (Frentas) tem nova direção. Presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) e ex-presidente da AMAERJ (2016/2019), Renata Gil comandará o grupo nacional pelos próximos seis meses. Juíza do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, ela tomou posse nesta segunda-feira (15).

Renata Gil é a 12ª presidente da Frentas. No discurso de posse, em cerimônia virtual, ela defendeu o movimento associativo e as prerrogativas das carreiras de Estado. “Nós somos os verdadeiros guardiões da sociedade. Espero que, na Frentas, consigamos criar as melhores estratégias de comunicação e de atuação no Congresso Nacional. Também lutaremos por nossas prerrogativas, que são garantidas pela Constituição Federal, para termos sucesso na nossa gestão”, afirmou.

“Assumir esse desafio de resguardar essas duas instituições no momento em que vivemos, em que a democracia sofre ataques, me encoraja a lutar cada vez mais. Seguirei na defesa das instituições no país”, ressaltou Renata Gil.

Leia também: Novo presidente do TRE, Dell’Orto defende o processo eleitoral brasileiro
Magistradas e prefeito do Rio participam do lançamento da Ronda Maria da Penha
Corregedoria do Rio cria canal de escuta contra assédio a servidoras

A magistrada prestou homenagem aos 278 mil mortos pela Covid-19 no Brasil, até agora. “A Frente só existe enquanto instituição se olharmos para a sociedade. Meus sentimentos às famílias, sinto muito por suas perdas”, afirmou.

A nova presidente da Frentas lembrou que, mesmo com a pandemia e o isolamento social, o sistema de Justiça não parou e entregou 1.204 bilhão de movimentos processuais. De acordo com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), desde o início da pandemia até o dia 14 de março de 2021, já são 26,4 milhões de sentenças e acórdãos, 40,6 milhões de decisões e 67,9 milhões de despachos. Os tribunais também destinaram R$ 749,4 milhões em recursos para o combate à Covid-19.

Renata Gil sucedeu ao presidente da Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (Conamp), Manoel Murrieta. “É com muita alegria que eu passo esta coordenação. Conseguimos vencer situações difíceis que iam contra nossa independência institucional e inúmeros desafios. Tenho certeza de que a Renata Gil também trará soluções de maneira clara e verdadeira”, disse Murrieta.

A Frente Associativa da Magistratura e do Ministério Público reúne as principais entidades de classe dessas carreiras, em âmbito nacional. O principal objetivo da Frentas é unir forças e atuar em prol da melhoria do sistema de Justiça brasileiro e da valorização das carreiras.

Realizada por videoconferência, solenidade de posse reuniu dirigentes associativos | Reprodução/AMB