quarta, 24 de fevereiro de 2021

Destaques da Home 2 | 22 de fevereiro de 2021 16:37

Órgão Especial se despede de desembargador com homenagem

Sessão do Órgão Especial | Foto: Brunno Dantas/TJ-RJ (Arquivo – 8/2/2021)

O desembargador Otávio Rodrigues, da 11ª Câmara Cível, se despediu dos colegas na sessão do Órgão Especial do TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro) desta segunda-feira (22). Ele, que deixa a Magistratura estadual em virtude da aposentadoria compulsória, foi homenageado pelos colegas à véspera do aniversário de 75 anos, celebrado nesta terça (23).

O 3º vice-presidente da Corte, desembargador Edson Aguiar de Vasconcelos, foi o porta-voz da homenagem. “A grande e marcante característica de Otávio Rodrigues sempre foi a discrição e a disposição para ser apenas e tão somente juiz. […] Sempre se caracterizou pelo equilíbrio e simplicidade nas precisas decisões que proferiu, seja na primeira instância, quando era juiz de Direito, seja nos acórdãos que prolatou como desembargador.”

Rodrigues agradeceu aos colegas, assessores e secretários. “Desejo a todos muita saúde e que possam prosseguir nessa nobilíssima função de ministrar a Justiça”, disse em breve fala.

Ao fim da cerimônia, o presidente do TJ-RJ, desembargador Henrique Figueira, entregou ao homenageado a Medalha de Honra da Magistratura Fluminense.

Desembargador Otávio Rodrigues | Foto: Reprodução/ConJur

Currículo

Nascido em 1946, Otávio Rodrigues é bacharel em Direito pela Universidade Candido Mendes. Foi oficial de administração da Junta Comercial do Rio de Janeiro, advogado ad hoc da Procuradoria do Tribunal Marítimo e sócio de escritório de advocacia antes de ingressar na Magistratura do Estado do Rio, em 1982.

Atuou nas comarcas de Itaperuna, Bom Jesus do Itabapoana, Campos dos Goytacazes, Nova Iguaçu e São Gonçalo, notabilizando-se como titular da 6ª Vara Cível da Capital, por 11 anos. Em 2000, foi promovido a desembargador, com exercício da 11ª Câmara Cível, onde atuou como presidente.

Leia também: TJ-RJ recebe 376 pedidos de medidas protetivas durante o Carnaval
AMAERJ lamenta a morte do desembargador Marlan de Moraes Marinho
Desembargadora pede doação de sangue para irmão hospitalizado