sábado, 30 de maio de 2020

AMAERJ | 06 de fevereiro de 2018 12:00

Nota oficial da AMAERJ

A propósito de reportagens publicadas na imprensa, a AMAERJ esclarece que todos os benefícios recebidos por magistrados do Rio de Janeiro são previstos em lei e existem nos outros Poderes e na iniciativa privada.

Os auxílios pré-escolar e educação são eventuais, condicionados a regras e à situação específica de cada magistrado. São recebidos apenas por parte da magistratura.

Os resultados do trabalho dos magistrados do TJ-RJ e seu retorno à sociedade são públicos. Em 2017, pelo oitavo ano consecutivo, os juízes e desembargadores fluminenses foram os mais produtivos do País, segundo o Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Em 2016, os magistrados do Rio finalizaram, em média, 3.388 processos cada, desempenho 35% superior ao do segundo lugar.

A atividade da Justiça é essencial à população e à democracia. A magistratura continuará dedicada ao trabalho sério e de alta qualidade, que fortalece o Poder Judiciário, pilar do Estado Democrático de Direito.