domingo, 13 de junho de 2021
Portal do Associado - Recadastramento

AMAERJ | 13 de maio de 2021 15:21

Luis Felipe Salomão grava entrevista para a série ‘AMAERJ 30 anos’

Eunice Haddad, Luis Felipe Salomão, Renata Gil e Felipe Gonçalves | Foto: Matheus Salomão

Presidente da AMAERJ no biênio 2002/2003, o ministro Luis Felipe Salomão, do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), estará no segundo filme da série que celebra os 30 anos de fundação da entidade. Ele gravou sua participação nesta quinta-feira (13), na sede do TSE, em Brasília.

Acompanharam a entrevista os juízes Renata Gil, presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB); Felipe Gonçalves, presidente da AMAERJ; e Eunice Haddad, secretária do Conselho Deliberativo e Fiscal da AMAERJ.

Nascido em Salvador (BA), Luis Felipe Salomão tem 58 anos. Formado em Direito pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), é pós-graduado em Direito Comercial. Ingressou na Magistratura fluminense em 1990. Na AMAERJ, atuou como secretário-geral no biênio 1996/97 e foi o sexto presidente da entidade.

Salomão foi promovido a desembargador do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro em 2004, função que exerceu até chegar ao STJ. No Tribunal da Cidadania, tomou posse como ministro em junho de 2008. Desde 2017, integra também o TSE.

Série

A AMAERJ lançou em 26 de abril o primeiro filme da série sobre as três décadas de sua fundação. No vídeo inaugural, o entrevistado foi o desembargador aposentado Thiago Ribas Filho, primeiro presidente da Associação (biênio 1992-1993).

A AMAERJ foi fundada em 29 de novembro de 1991, a partir da fusão da Associação dos Magistrados Fluminenses (AMF), criada em 1954 e sediada em Niterói, com a Associação dos Magistrados do Rio de Janeiro (AMARJ), surgida em 1958.

Na série de filmes, a história da AMAERJ será contada por seus protagonistas. Assista abaixo ao vídeo com o desembargador Thiago Ribas Filho:

Leia também: Paulo Assed participará de webinar sobre Lei de Recuperação e Falência
Mulheres vítimas de violência recebem doações de campanha da AMAERJ
Instituto abre vagas de mestrado e doutorado em universidade argentina