domingo, 16 de maio de 2021

Judiciário na Mídia Hoje | 15 de abril de 2021 14:55

Justiça determina prisão preventiva de mulher que mantinha idosa em cárcere privado em Guaratiba

*G1

Dona Maria das Graças chegando à delegacia depois de ser resgatada | Foto: Divulgação

A juíza Rachel Assad da Cunha, da 14ª Vara Criminal do Rio de Janeiro, indeferiu um pedido de liberdade provisória para Therezinha da Silva Moraes, de 82 anos, que foi presa em flagrante na terça-feira (13) por manter Maria das Graças de Sousa Rodrigues, de 74 anos, em cárcere privado e por maus tratos.

Leia também: Nova Lei de Licitação será o tema de palestra virtual da EMERJ
Foejis do Paraná, Sergipe, Paraíba e Rio se unem à ação da AMAERJ e parceiras
Plano de saúde é condenado a indenizar pai de criança autista no Rio

Ela teria direito a prisão domiciliar por possuir mais de 80 anos e por alegar problemas de saúde, sendo portadora de artrite. Mas, durante sua audiência de custódia, a questão de saúde não foi comprovada pela defesa de Therezinha. A juíza do caso anotou ainda em sua decisão que a custodiada apresentava boa aparência, não manifestou em nenhum momento preocupação com sua vítima, se mostrou lúcida e dizia o tempo todo que não “poderia ficar presa porque tinha que cuidar dos seus cães”.