quarta, 23 de setembro de 2020

Brasil | 06 de agosto de 2020 16:04

Instituto dos Advogados Brasileiros celebrará 177 anos nesta sexta (7)

Fundado poucos anos depois da criação dos cursos de Direito no Brasil, ainda no Império, o IAB Nacional (Instituto dos Advogados Brasileiros) completará 177 anos. Para celebrar a data, a entidade promoverá solenidade virtual nesta sexta-feira (7), às 18h.

A presidente do IAB, Rita de Cássia Sant’Anna Cortez, convida a todos para assistir à cerimônia de comemoração, que será transmitida pelo canal do Instituto no YouTube.

A partir da instalação dos cursos jurídicos no Brasil, em 1827, já existiam advogados formados em território nacional no fim de 1831. Para representar os novos profissionais, o IAB foi fundado em 1843, após a aprovação de seu estatuto pelo Governo Imperial. O trabalho do IAB foi fundamental para a criação da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), em 1930.

Leia também: Magistrados e advogados lançam nova fase da campanha solidária
Tribunal movimenta dois milhões de processos em sete dias
Relatório Justiça em Números 2020 será divulgado no dia 25

História

Presidido por Francisco Gê Acaiaba de Montezuma, o IAB nasceu tendo como principal objetivo a criação da Ordem dos Advogados. Até a chegada da OAB, a “Casa de Montezuma”, como é também chamado por seus sócios, congregava os bacharéis formados em Direito residentes na corte e nas províncias, competindo-lhes a elaboração do ordenamento jurídico e a organização legislativa e judiciária no Brasil Império.

Em 1888, ao assumir as funções que seriam da OAB, passou a assumir a denominação “Instituto da Ordem dos Advogados Brasileiros”, situação que se manteve até a década de 30, quando foi criada a OAB.

Ao longo de sua história participaram do Instituto ilustres juristas vinculados à formação do pensamento jurídico brasileiro e de outras instituições públicas, entre eles Teixeira de Freitas, Rui Barbosa, Nabuco de Araújo, Clovis Bevilacqua e André Faria Pereira.

Atualmente, o IAB corresponde à Academia da Advocacia, sendo espaço dedicado à cultura e ao debate dos grandes temas nacionais, assim como de defesa da ordem jurídica e do Estado Democrático de Direito.