sexta, 03 de julho de 2020

Brasil | 25 de junho de 2020 16:05

Comovido, Fux cita sonho de juiz chegar à presidência do STF

Presidente eleito do Supremo, Luiz Fux | Reprodução/TV Justiça

Após eleito presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), nesta quinta-feira (25), o ministro Luiz Fux fez um discurso emocionado. “É um momento singular da minha vida de magistrado. Agradeço a Deus porque supera todos os limites dos sonhos humanos de um juiz de carreira chegar à presidência do Supremo”, afirmou.

“Gostaria de agradecer a Deus, que testemunhou durante toda a minha carreira na magistratura a minha devoção de amor ao bem, à verdade e à justiça”, ressaltou Fux, que atuou como magistrado do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro por 18 anos.

O ministro agradeceu a missão que lhe foi confiada pelos “queridos amigos do STF”. Fux destacou como atuará na presidência da Corte.

“Prometo aos meus colegas que vou lutar intensamente para manter o Supremo Tribunal Federal no mais alto patamar das instituições brasileiras. Vou sempre me empenhar pelos valores morais, republicanos, pela luta da democracia. Vou respeitar a independência entre os Poderes, dentro dos limites da Constituição e da lei. Que Deus me proteja.”

Fux ainda agradeceu a parceria com o atual presidente da Corte, Dias Toffoli. “O trabalho continua. Será muito árduo substituí-lo porque Vossa Excelência foi autor de grandes realizações”, disse.

A eleição foi antecipada por causa da pandemia do coronavírus, com o objetivo de facilitar o processo de transição. A posse acontecerá em 10 de setembro, às 16h.

Leia também: Luiz Fux é eleito presidente do Supremo Tribunal Federal
Poder Executivo não pode limitar repasse do duodécimo, decide STF

Dias Toffoli e Luiz Fux em sessão desta quinta-feira | Foto: Nelson Jr./SCO/STF