terça, 03 de agosto de 2021

AMAERJ | 07 de julho de 2021 17:28

Dirigentes de associações atuam na Câmara contra o texto da Reforma

Presidente da AMAMSUL, iuliano Máximo Martins, deputado Alessandro Molon e Felipe Gonçalves

Acompanhado de dirigentes de entidades representativas das carreiras jurídicas, o presidente da AMAERJ, Felipe Gonçalves, esteve reunido nesta quarta-feira (7) com deputados federais, em Brasília, para tratar de temas relacionados à Proposta de Emenda à Constituição (PEC 32), da Reforma Administrativa, e ao Projeto de Lei (PL) 6.726/2016, que normatiza o extrateto.

Gonçalves e os colegas da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), de associações estaduais de magistrados, de instituições que representam os integrantes do Ministério Público, da Justiça Federal, das Defensorias Públicas Estaduais e dos advogados da União conversaram com parlamentares ao longo dia. As categorias se sentem prejudicadas com o texto da PEC.

Leia também: AMB prorroga prazo de envio de artigos sobre a mulher no Judiciário
Marco Aurélio Mello é entrevistado no podcast ‘Conversa com o Judiciário’
Consinter oferece desconto a associado que inscrever artigo científico

Desde terça-feira (6) em Brasília, em uma mobilização nacional em defesa dos direitos e prerrogativas da classe, o presidente da AMAERJ esteve reunido com os deputados Alessandro Molon (PSB-RJ), Marcos Soares (DEM-RJ), Sargento Gurgel (PSL-RJ) e Delegado Antônio Furtado (PSL-RJ).

Na véspera, a comissão de representantes das entidades foi recebida, entre outros, pelos deputados Luiz Antonio Teixeira Jr. (PP-RJ); Fernando Monteiro (PP-PE), presidente da Comissão Especial da Reforma Administrativa; Arthur Oliveira Maia (DEM-BA), relator da Comissão Especial; Hildo Rocha (MDB-MA), vice-líder do MDB; Professor Josiel (PSL-RJ); e Valtenir Pereira (MDB-MT).

Além das reuniões, o grupo participou nesta terça-feira de audiência pública na Câmara dos Deputados sobre a Reforma Administrativa, com explanação da presidente da AMB, Renata Gil.

Felipe Gonçalves e Renata Gil estavam acompanhados de dirigentes da Associação dos Juízes Federais (Ajufe), da Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (Conamp), da Associação Nacional dos Defensores e Defensoras Públicos Estaduais (Anadep), da Associação Nacional dos Advogados da União (Anauni), da Associação dos Magistrados do Estado do Pará (Amepa), da Associação dos Magistrados do Estado de Pernambuco (Amepe), da Associação dos Magistrados do Mato Grosso do Sul (Amamsul) e da Associação dos Magistrados do Estado de Goiás (Asmego).