domingo, 13 de junho de 2021
Portal do Associado - Recadastramento

AMAERJ | 10 de junho de 2021 12:38

Destaque no combate à violência contra a mulher será Hors Concours 2021

Os associados da AMAERJ têm até 18 de junho (sexta-feira da semana que vem) para fazer indicações ao Prêmio Hors Concours do 10º AMAERJ Patrícia Acioli de Direitos Humanos. Neste ano, o homenageado deverá ser personalidade de destaque em ações relacionadas ao combate à violência contra a mulher.

A indicação deve ser feita pelo e-mail contato@amaerj.org.br. Assim como foi feito em 2020, os nomes indicados serão encaminhados à Diretoria Executiva da AMAERJ, que, até 30 de junho, formalizará uma lista tríplice. Após a definição dos três finalistas, os associados elegerão o vencedor por meio do voto no site do Prêmio.

AMAERJ Patrícia Acioli

Criado em 2012, o AMAERJ Patrícia Acioli de Direitos Humanos celebra a memória da juíza Patrícia Acioli. Titular da 4ª Vara Criminal de São Gonçalo, ela foi morta em 2011, em Niterói, por policiais militares.

Estão abertas até 9 de agosto as inscrições no 10º Prêmio. Nacional, a premiação é dividida em quatro categorias: Práticas Humanísticas, Reportagens Jornalísticas, Trabalhos Acadêmicos e Trabalhos dos Magistrados. Confira aqui o regulamento. As inscrições devem ser feitas pelo site www.amaerj.org.br/premio. Um júri integrado por especialistas de destaque nas quatro áreas selecionará os premiados. Haverá cinco finalistas por categoria.

O primeiro lugar de cada categoria ganhará R$ 15 mil; o segundo, R$ 10 mil; o terceiro, R$ 5 mil. Os três primeiros colocados receberão troféus. Os demais finalistas serão homenageados com Menções Honrosas. Na categoria Trabalhos dos Magistrados, os três primeiros colocados receberão troféus.

A comissão organizadora do Prêmio é integrada pelos juízes Felipe Gonçalves, presidente da AMAERJ, Daniel Konder, diretor de Direitos Humanos da Associação, e Marcia Succi, 1ª secretária da AMAERJ.

Leia também: Banco retoma cadastramento de aposentado e pensionista em julho
Curso de aperfeiçoamento da EMERJ terá a violência doméstica como tema
Com palestra de Miro Teixeira, IAB discute criminalização da crítica pública