terça, 22 de setembro de 2020

Cultura | 24 de julho de 2020 14:51

Com Menescal e João Donato, Wagner Cinelli lança novo CD

Músicos do Urca Bossa Jazz com Roberto Menescal (em pé, ao centro)| Foto: Reprodução/ Urca Bossa Jazz

Grandes mestres da música brasileira participam do quarto álbum do Urca Bossa Jazz, grupo do desembargador Wagner Cinelli, do TJ-RJ. “Rio Doce”, produzido ao longo de quase dois anos, conta com as contribuições especiais de artistas consagrados, como Roberto Menescal e João Donato. O trabalho já está nas plataformas digitais desde sábado (18). Os CDs físicos serão vendidos em breve pelo site Tratore.

Clique aqui para ouvir as novas faixas pelo Spotify.

O álbum reúne composições do próprio Cinelli e de colegas da banda. Menescal e Donato participam das músicas que são autores, “Telefone” (parceria com Ronaldo Bôscoli), e “Sambou Sambou” (com João Mello). O compositor Marcos Valle também contribuiu com a faixa de abertura, “Os Grilos”, parceria com seu irmão mais velho, o letrista Paulo Sérgio Valle.

Outras participações mais que especiais para o desembargador são as dos filhos, Gabriela (coro e voz) e Daniel Zimmer (teclados). Eles também são assistentes de produção do álbum.

Capa do álbum ‘Rio Doce’, do Urca Bossa Jazz

“Rio Doce”, última faixa que batiza o disco, é uma homenagem ao curso de água que começa em Minas Gerais, Estado natal da família de Cinelli, percorre trechos do Espírito Santo e deságua no Oceano Atlântico. O álbum saúda o lendário e inovador percussionista Laudir de Oliveira, fundador do grupo, falecido em 2017.

“A chegada de Laudir foi um divisor de águas. O trabalho ficou mais sério, profissional. Neste álbum, há uma gravação com a presença dele, ‘Paragi’”, disse Cinelli.

Gravações seguras na pandemia

As gravações do álbum começaram em agosto de 2018. Cinelli falou sobre as interrupções. “Nossa banda é grande, com sete pessoas, e ainda temos convidados. Então, ficava difícil ter agenda para todos. Também o deixamos em suspenso para gravar o ‘Urca Bossa Jazz no Carnaval’, lançado em fevereiro do ano passado. Retomamos no segundo semestre de 2019″, explicou.

A pandemia impactou o processo de gravação. João Donato participaria tocando piano, mas o isolamento social não permitiu. “Pedi para ele cantar, e ele disse que não tinha equipamentos adequados em casa. A saída foi gravar com o celular, e ficou ótimo”, disse Cinelli.

Em abril, ao lançar o videoclipe “Fique em casa”, o desembargador teve experiência semelhante. A música foi composta para incentivar as pessoas a respeitarem a quarentena no período de maior disseminação do coronavírus. Todos os participantes gravaram de casa. Veja aqui o clipe “Fique em casa”.

Leia também: TJ-RJ retoma prazos e atendimento ao público na segunda-feira (27)
AMAERJ requer ao TJ do Rio vistorias nas salas de audiência
Webinar Brasil/Portugal avalia nesta sexta (24) a Justiça durante a crise