sábado, 16 de outubro de 2021

CNJ | 02 de setembro de 2021 13:32

Práticas de sucesso podem ser inscritas no Prêmio Conciliar é Legal

Magistrados e Tribunais poderão inscrever casos de sucesso de mecanismos de solução consensual de conflitos no 12º Prêmio Conciliar é Legal. O prazo será encerrado no dia 30 deste mês.

A análise das práticas vai considerar a aplicabilidade e os resultados dos mecanismos. Portanto, não serão admitidas inscrições com ideias, estudos e teses.

Os projetos devem ser inscritos no Portal CNJ de Boas Práticas do Poder Judiciário. A categoria Juiz Individual avaliará ações de magistrados com destaque na criação, planejamento, implementação e institucionalização de boas práticas, em especial no âmbito dos Centros Judiciários de Solução de Conflitos (Cejusc). Na categoria Tribunal, serão contemplados os órgãos que se destacam nas boas práticas autocompositivas, na busca da solução do litígio por decisão consensual entre as partes.

Os projetos admitidos no Portal CNJ de Boas Práticas do Poder Judiciário no eixo temático Conciliação e Mediação, a partir de 1º de janeiro, já estão concorrendo automaticamente.

Leia também: Magistrados do Rio integram grupo do CNJ sobre dosimetria da pena
Especialistas farão palestra online sobre o tema ‘Positivismo jurídico’
EMERJ inscreve negros e indígenas em curso entre 13 e 15 deste mês

Lançado em 2010, o Prêmio visa reconhecer, nacionalmente, o aprimoramento de ações que evitem a judicialização de conflitos na sociedade, destacando as práticas de sucesso, estimulando a criatividade e disseminando a cultura dos métodos consensuais. Foram mais de 80 inscritos em 2017.

*Com informações do CNJ