segunda, 25 de outubro de 2021

AMAERJ | 05 de outubro de 2021 16:56

AMAERJ dialoga com líderes da Alerj para minimizar efeitos do RRF

Presidente Felipe Gonçalves, deputado Luiz Paulo (Cidadania), Andréa Sena (presidente da Adperj) e Marco Antônio Cardoso (assessor da Adperj) | Foto: Adperj

O presidente da AMAERJ, Felipe Gonçalves, participou da reunião do Colégio de Líderes da Assembleia Legislativa (Alerj) na manhã desta terça-feira (5). A Associação atuou para suavizar os impactos do pacote de medidas do governo do Estado do Rio de adesão ao novo Regime de Recuperação Fiscal (RRF). As propostas, que tratam das Reformas da Previdência e Administrativa, estão sendo votadas neste momento no plenário da Casa.

Em conjunto com os presidentes das associações jurídicas do Rio – Andréa Sena, da Adperj (Associação dos Defensores Públicos do Estado); Adriana Bragança, da Aperj (Associação dos Procuradores); e Cláudio Henrique Viana, da Amperj (Associação do Ministério Público) -, a AMAERJ contatou deputados a fim de sensibilizá-los a ouvir as reivindicações das entidades, especialmente em relação às regras de transição da previdência.

“Houve grande esforço para o entendimento de um texto em comum que resguarde a adesão ao RRF com o mínimo de perdas para os servidores”, afirmou Felipe Gonçalves.

As propostas foram apresentadas pelo Executivo à Alerj em 9 de setembro. As associações apresentaram emendas para minimizar os efeitos dos projetos. Ao todo, cerca de 1.200 propostas de modificação dos textos foram protocoladas na Assembleia.

O presidente Felipe Gonçalves e a candidata à presidência da Associação, Eunice Haddad, acompanham a sessão no plenário. A AMAERJ informará o resultado após o término da votação.

Dirigentes no plenário da Alerj | Foto: Adperj
Presidentes com a deputada Mônica Francisco (Psol) | Foto: Adperj