quarta, 03 de junho de 2020

AMAERJ | 02 de dezembro de 2019 15:35

8º edição do Prêmio Patrícia Acioli acontece nesta segunda-feira (2)

O Tribunal Pleno do TJ-RJ receberá às 18h desta segunda-feira (2) a cerimônia do 8º Prêmio AMAERJ Patrícia Acioli de Direitos Humanos. A solenidade premiará as melhores ações ligadas à cidadania e aos direitos humanos nas categorias Trabalhos dos Magistrados, Reportagens Jornalísticas, Práticas Humanísticas e Trabalhos Acadêmico. O evento será transmitido ao vivo pela página do Facebook do Prêmio.

A Comissão Julgadora selecionou 18 finalistas. Na categoria Trabalhos dos Magistrados, os três primeiros colocados serão premiados com troféus. Nas demais categorias, o primeiro lugar ganhará R$ 15 mil; o segundo, R$ 10 mil; e o terceiro, R$ 5 mil. Os três primeiros colocados também receberão troféus. Os demais finalistas serão homenageados com Menções Honrosas.

Conheça aqui os finalistas desta edição.

Leia também: TRE-RJ entrega a 19 homenageados a Medalha da Justiça Eleitoral
Marcio da Costa Dantas é o novo presidente da Regional de São Pedro da Aldeia
Justiça do Rio invalida lei que permitiu a tecnólogo concorrer a cargo de nível superior

Criada em 2012, a premiação celebra a memória da juíza Patrícia Acioli. Titular da 4ª Vara Criminal de São Gonçalo, ela foi morta em 2011, em Niterói, por policiais militares. Além de homenagear Patrícia Acioli, o Prêmio tem o objetivo de identificar, disseminar e estimular a realização de ações em prol dos direitos humanos, dando visibilidade às práticas.

O Prêmio tem o apoio do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, da EMERJ (Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro) e da Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro) e patrocínio da ANOREG/RJ (Associação dos Notários e Registradores do Estado do Rio de Janeiro), da Multiplan, da CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo) e do O Dia.