sexta, 23 de agosto de 2019

AMAERJ | 29 de abril de 2019 18:50

A pedido da AMAERJ, TJ-RJ regulamenta pagamento de juros do Fundo de Reserva

Share 'A pedido da AMAERJ, TJ-RJ regulamenta pagamento de juros do Fundo de Reserva' on Delicious Share 'A pedido da AMAERJ, TJ-RJ regulamenta pagamento de juros do Fundo de Reserva' on Digg Share 'A pedido da AMAERJ, TJ-RJ regulamenta pagamento de juros do Fundo de Reserva' on Facebook Share 'A pedido da AMAERJ, TJ-RJ regulamenta pagamento de juros do Fundo de Reserva' on Google+ Share 'A pedido da AMAERJ, TJ-RJ regulamenta pagamento de juros do Fundo de Reserva' on Link-a-Gogo Share 'A pedido da AMAERJ, TJ-RJ regulamenta pagamento de juros do Fundo de Reserva' on LinkedIn Share 'A pedido da AMAERJ, TJ-RJ regulamenta pagamento de juros do Fundo de Reserva' on Pinterest Share 'A pedido da AMAERJ, TJ-RJ regulamenta pagamento de juros do Fundo de Reserva' on reddit Share 'A pedido da AMAERJ, TJ-RJ regulamenta pagamento de juros do Fundo de Reserva' on StumbleUpon Share 'A pedido da AMAERJ, TJ-RJ regulamenta pagamento de juros do Fundo de Reserva' on Twitter Share 'A pedido da AMAERJ, TJ-RJ regulamenta pagamento de juros do Fundo de Reserva' on Add to Bookmarks Share 'A pedido da AMAERJ, TJ-RJ regulamenta pagamento de juros do Fundo de Reserva' on Email Share 'A pedido da AMAERJ, TJ-RJ regulamenta pagamento de juros do Fundo de Reserva' on Print Friendly Whatsapp
Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro | Foto: Matheus Salomão

O Conselho da Magistratura do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro aprovou resolução, nesta segunda-feira (29), que regulamenta a forma de pagamento dos juros compensatórios referentes ao extinto Fundo de Reserva. A decisão atende ao requerimento da AMAERJ, apresentado ao TJ-RJ em 19 de outubro de 2018.

Leia também: TJ-RJ publica editais com 14 vagas de remoção e promoção
Rosa Weber recebe Renata Gil para tratar de jurisdição eleitoral
Reforma da Previdência: AMAERJ age no Parlamento em defesa do funcionalismo

De acordo com a Resolução CM nº 02/2019, o pagamento devido a cada magistrado, separados em três grupos distintos, será distribuído em um cronograma de pagamento mensal e atualizado pela Unidade Fiscal de Referência do Estado do Rio de Janeiro (UFIR-RJ), observados os seguintes critérios:

a) Aposentados: recebimento do montante apurado em tantas parcelas quanto necessárias de 1.753,82 UFIR-RJ para quitar o pagamento do saldo devedor, com exceção dos aposentados com idade igual ou superior a 80 (oitenta) anos, na data da publicação desta Resolução, que receberão a restituição em trinta e seis parcelas mensais e iguais, as quais não poderão ter valor inferior a 1.753,82 UFIR-RJ.

b) Ativos: recebimento do montante apurado em tantas parcelas quanto necessárias de 1.753,82 UFIR-RJ para quitar o pagamento do saldo devedor.

c) Herdeiros de magistrados: recebimento do montante apurado em tantas parcelas quanto necessárias de 1.753,82 UFIR-RJ para quitar o pagamento do saldo devedor, condicionado a requerimento do eventual beneficiário.

Leia aqui a íntegra da resolução CM nº 02/2019.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja o primeiro a comentar!