terça, 23 de julho de 2019

AMAERJ | 04 de julho de 2012 17:50

Encerramento do Congresso Mundial sobre Justiça e Sustentabilidade Ambiental

Share 'Encerramento do Congresso Mundial sobre Justiça e Sustentabilidade Ambiental' on Delicious Share 'Encerramento do Congresso Mundial sobre Justiça e Sustentabilidade Ambiental' on Digg Share 'Encerramento do Congresso Mundial sobre Justiça e Sustentabilidade Ambiental' on Facebook Share 'Encerramento do Congresso Mundial sobre Justiça e Sustentabilidade Ambiental' on Google+ Share 'Encerramento do Congresso Mundial sobre Justiça e Sustentabilidade Ambiental' on Link-a-Gogo Share 'Encerramento do Congresso Mundial sobre Justiça e Sustentabilidade Ambiental' on LinkedIn Share 'Encerramento do Congresso Mundial sobre Justiça e Sustentabilidade Ambiental' on Pinterest Share 'Encerramento do Congresso Mundial sobre Justiça e Sustentabilidade Ambiental' on reddit Share 'Encerramento do Congresso Mundial sobre Justiça e Sustentabilidade Ambiental' on StumbleUpon Share 'Encerramento do Congresso Mundial sobre Justiça e Sustentabilidade Ambiental' on Twitter Share 'Encerramento do Congresso Mundial sobre Justiça e Sustentabilidade Ambiental' on Add to Bookmarks Share 'Encerramento do Congresso Mundial sobre Justiça e Sustentabilidade Ambiental' on Email Share 'Encerramento do Congresso Mundial sobre Justiça e Sustentabilidade Ambiental' on Print Friendly Whatsapp

Confira os discursos de encerramento do Congresso Mundial sobre Justiça, Governança e Legislação para a Sustentabilidade Ambiental, que reuniu mais de 200 autoridades, de 60 países, entre 17 e 20 de junho. O evento foi organizado pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) e co-organizado por Amaerj, TJ-RJ, Emerj e parceiros.

Falaram na cerimônia o ministro do Superior Tribunal de Justiça do Brasil, Antonio Herman Benjamin; o presidente do TJ-RJ, desembargador Manoel Alberto Rebêlo dos Santos; a vice-diretora executiva do Pnuma, Amina Mohamed; a alta comissária da ONU para Direitos Humanos, Navanethem Pillay; o presidente da Suprema Corte da Malásia, Tun Arifin Bin Zakaria; o representante do Banco Mundial, Charles Di Leva; o secretário executivo da CITES, John Scanlon; e o diretor executivo da FGV Projetos, Cesar Cunha Campos.

Clique aqui para assistir aos discursos.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja o primeiro a comentar!