quarta, 15 de agosto de 2018

AMAERJ | 01 de fevereiro de 2018 11:59

Tempo real: Mobilização contra a Reforma da Previdência e pela Valorização da Magistratura

Share 'Tempo real: Mobilização contra a Reforma da Previdência e pela Valorização da Magistratura' on Delicious Share 'Tempo real: Mobilização contra a Reforma da Previdência e pela Valorização da Magistratura' on Digg Share 'Tempo real: Mobilização contra a Reforma da Previdência e pela Valorização da Magistratura' on Facebook Share 'Tempo real: Mobilização contra a Reforma da Previdência e pela Valorização da Magistratura' on Google+ Share 'Tempo real: Mobilização contra a Reforma da Previdência e pela Valorização da Magistratura' on Link-a-Gogo Share 'Tempo real: Mobilização contra a Reforma da Previdência e pela Valorização da Magistratura' on LinkedIn Share 'Tempo real: Mobilização contra a Reforma da Previdência e pela Valorização da Magistratura' on Pinterest Share 'Tempo real: Mobilização contra a Reforma da Previdência e pela Valorização da Magistratura' on reddit Share 'Tempo real: Mobilização contra a Reforma da Previdência e pela Valorização da Magistratura' on StumbleUpon Share 'Tempo real: Mobilização contra a Reforma da Previdência e pela Valorização da Magistratura' on Twitter Share 'Tempo real: Mobilização contra a Reforma da Previdência e pela Valorização da Magistratura' on Add to Bookmarks Share 'Tempo real: Mobilização contra a Reforma da Previdência e pela Valorização da Magistratura' on Email Share 'Tempo real: Mobilização contra a Reforma da Previdência e pela Valorização da Magistratura' on Print Friendly Whatsapp

A magistratura nacional fez ato público nesta quinta-feira (1), em Brasília. Promovida pela Frentas (Frente Associativa da Magistratura e do Ministério Público), a Mobilização contra a Reforma da Previdência e pela Valorização das Carreiras aconteceu no STF (Supremo Tribunal Federal) e na Câmara dos Deputados (Auditório Nereu Ramos).

Leia mais: Ato de Valorização da Magistratura reúne 800 magistrados e promotores do país

Acompanhe o tempo real:

• 17h45 – Termina a Mobilização contra a Reforma da Previdência e pela Valorização das Carreiras

• 17h10

“O Brasil avançou na Justiça, no combate à corrupção, e isto gerou reações. Aqueles que querem intimidar a magistratura brasileira não o farão”, disse Jayme de Oliveira, presidente da AMB.

• 16h53 – Mais de 800 magistrados e promotores participam do ato na Câmara dos Deputados

• 16h28

“O atual texto [da Reforma da Previdência] nasceu totalmente errado. Fiz um apelo ao presidente [Michel] Temer. Estou preocupado em fazer um texto justo. Essa campanha do governo contra o servidor, coloca o brasileiro contra o brasileiro. Texto errático no momento errado”, avaliou o vice-líder do governo, Rogério Rosso (PSD-DF). 

• 16h07

“Sou contra o texto [da Reforma da Previdência] como está. É com diálogo e conversa que defendemos que os direitos conquistados têm que ser respeitados. A gente só vence as batalhas com diálogo”, afirmou o vice-presidente da Câmara dos Deputados, Fábio Ramalho (PTB-MG).

• 15h44 – Senador Paulo Paim (PT/RS) diz ser contra a reforma da Previdência e defende a magistratura brasileira

• 15h35 – Ato pela Valorização da Magistratura, no auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados

• 15h30 – Magistrados e membros do MP seguem para a Câmara dos Deputados

• 15h05 – Frentas entrega carta aberta à procuradora-geral da República, Raquel Dodge

• 14h27 – Ato em frente ao STF

 

• 14h26

“Percebemos um movimento coordenado com o objetivo de enfraquecer a magistratura e a democracia. Toda vez que o Judiciário cumpre seu papel e se agiganta, aumenta os ataques contra ele. É uma agressão baixa e vil contra a Justiça”, disse o presidente da AMB, Jayme de Oliveira.

• 13h49 – Frentas entrega carta à presidente do STF, Cármen Lúcia

• 13h46 – Preparação do ato em frente ao STF

Rodrigo Moreira Alves, Roberto Felinto, Felipe Gonçalves, Richard Fairclough e Antonio Alves Cardoso

• 10h42 – Abertura do ano Judiciário

Renata Gil (presidente da AMAERJ e vice-presidente da AMB) e Jayme de Oliveira (presidente da AMB) no STF

Leia também: ‘É inadmissível e inaceitável desacatar a Justiça’, diz Cármen em abertura do ano Judiciário

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja o primeiro a comentar!