segunda, 24 de setembro de 2018

AMAERJ | 24 de abril de 2018 11:33

Revista FÓRUM: Defensor da natureza

Share 'Revista FÓRUM: Defensor da natureza' on Delicious Share 'Revista FÓRUM: Defensor da natureza' on Digg Share 'Revista FÓRUM: Defensor da natureza' on Facebook Share 'Revista FÓRUM: Defensor da natureza' on Google+ Share 'Revista FÓRUM: Defensor da natureza' on Link-a-Gogo Share 'Revista FÓRUM: Defensor da natureza' on LinkedIn Share 'Revista FÓRUM: Defensor da natureza' on Pinterest Share 'Revista FÓRUM: Defensor da natureza' on reddit Share 'Revista FÓRUM: Defensor da natureza' on StumbleUpon Share 'Revista FÓRUM: Defensor da natureza' on Twitter Share 'Revista FÓRUM: Defensor da natureza' on Add to Bookmarks Share 'Revista FÓRUM: Defensor da natureza' on Email Share 'Revista FÓRUM: Defensor da natureza' on Print Friendly Whatsapp

Desembargador do TJ-RJ, Elton Leme é o único brasileiro e um dos 14 pesquisadores vivos a catalogar mais de 400 espécies de bromélias

POR THAISE CONSTANCIO

Com livros publicados e 406 espécies de bromélias descobertas e incorporadas ao catálogo científico, o desembargador do TJ-RJ Elton Leme se destaca no Direito Ambiental do Brasil. É o único brasileiro – um dos 14 vivos – na lista de 59 autores organizada pela revista americana “Science” entre aqueles que, desde o início do século 18, descreveram espécies de plantas nas Américas do Sul, Central e do Norte.

“O artigo conclui que a flora brasileira é a mais rica das Américas. Temos só 7% da cobertura original de Mata Atlântica. A bromélia é a segunda espécie mais diversa do mundo [a orquídea é a primeira]. Temos a maior biodiversidade do mundo e ainda estamos mapeando e achando espécies que não foram catalogadas”, disse o desembargador, que, aos 57 anos, ainda procura novas espécies e publica as descobertas.

Leia também: Cármen Lúcia pede coragem e ponderação aos juízes
Juízes contra o crime organizado
Fernando Viana afasta risco de intervenção e falência na Oi

Leme catalogou sua primeira bromélia quando tinha apenas 19 anos. Pouco depois, em sua homenagem, uma espécie foi nomeada Vriesea eltoniana. Em 2016, também para homenageá-lo, pesquisadores da Universidade de Viena (Áustria) batizaram um gênero como Lemeltonia (Leme+Elton). O grupo reúne sete espécies de bromélias achadas na América Central e em três países da América do Sul (Brasil, Venezuela e Guiana). No Brasil há, ainda, a Lemeltonia monodelpha, típica da Amazônia brasileira, encontrada nos igarapés do Pará.

O desembargador também publica livros. “Bromeliads in the Brazilian Wilderness” (1993), “Canistropsis: bromélias da Mata Atlântica” (1998), “Nidularium: Bromeliads of the Atlantic Forest” (2000) e “Fragmentos de Mata Atlântica do Nordeste: biodiversidade, conservação e suas bromélias” (2006) são os títulos mais conhecidos.

No início do ano, Leme escreveu o artigo “Do extraordinário ao cotidiano, a proteção jurídica da paisagem” para a Universidade de Coimbra (Portugal).

Água

“Para termos qualidade de vida e vivermos bem, para sermos felizes e termos uma vida digna, precisamos de água, de um ambiente saudável e equilibrado. Por isso é importante falar sobre o tema”, afirmou Leme.

Ativo na defesa do meio ambiente, o magistrado foi o único desembargador do Rio a participar do 8º Fórum Mundial da Água, de 18 a 23 de março, em Brasília. A “convergência caótica”, como chamou o encontro, reuniu especialistas internacionais.

“Entre os direitos fundamentais há o direito a um ambiente ecologicamente equilibrado, essencial para a sadia qualidade de vida. Na sequência, aparece a obrigação de preservar e restaurar os processos ecológicos essenciais, o ciclo da água entre eles. Temos um ambiente dinâmico, com processos ecológicos inter-relacionados e temos que proteger todo o ecossistema que produz essa água”, defende Leme, que representou a AMAERJ no congresso internacional.

Veja aqui a íntegra da revista FÓRUM.

Lemeltonia monodelpha

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja o primeiro a comentar!