segunda, 24 de setembro de 2018

AMAERJ | 22 de fevereiro de 2018 11:05

Revista FÓRUM: 50 ações da Nova AMAERJ

Share 'Revista FÓRUM: 50 ações da Nova AMAERJ' on Delicious Share 'Revista FÓRUM: 50 ações da Nova AMAERJ' on Digg Share 'Revista FÓRUM: 50 ações da Nova AMAERJ' on Facebook Share 'Revista FÓRUM: 50 ações da Nova AMAERJ' on Google+ Share 'Revista FÓRUM: 50 ações da Nova AMAERJ' on Link-a-Gogo Share 'Revista FÓRUM: 50 ações da Nova AMAERJ' on LinkedIn Share 'Revista FÓRUM: 50 ações da Nova AMAERJ' on Pinterest Share 'Revista FÓRUM: 50 ações da Nova AMAERJ' on reddit Share 'Revista FÓRUM: 50 ações da Nova AMAERJ' on StumbleUpon Share 'Revista FÓRUM: 50 ações da Nova AMAERJ' on Twitter Share 'Revista FÓRUM: 50 ações da Nova AMAERJ' on Add to Bookmarks Share 'Revista FÓRUM: 50 ações da Nova AMAERJ' on Email Share 'Revista FÓRUM: 50 ações da Nova AMAERJ' on Print Friendly Whatsapp

Em sua 50ª edição, a Revista FÓRUM apresenta reportagem especial sobre as realizações mais importantes da AMAERJ no biênio 2016-2017

POR DIEGO CARVALHO

A Nova AMAERJ surgiu em 23 de novembro de 2015, quando os magistrados do Rio elegeram, com 457 votos, a primeira mulher a presidir a associação: juíza Renata Gil, da chapa Magistratura em Movimento.

O biênio 2016-2017 foi marcado por grandes desafios, em diferentes frentes. Ante os ataques ao Judiciário – retaliação contra a atuação firme e independente dos juízes de todo o país –, a AMAERJ agiu de modo ativo, corajoso e propositivo na defesa da magistratura e da democracia.

Leia também: Unidos pela magistratura brasileira
‘Usaremos inteligência contra crime e fake news’, diz presidente do TRE-RJ

AMAERJ Patrícia Acioli premia 18 trabalhos

Com um essencial trabalho de esforço e mobilização no Legislativo, no Executivo e no próprio Judiciário, a Nova AMAERJ se fortaleceu no âmbito nacional e obteve grandes vitórias para a classe. Na edição 50 da FÓRUM, veja as 50 principais ações da gestão:

1 CLASSE UNIDA

No discurso de posse, em 2016, Renata Gil conclamou a união da classe. “Juntos somos fortes e capazes de grandes feitos”, disse. Atos, manifestações, encontros e audiências, reunindo centenas de magistrados no Rio e em Brasília, mostraram a força da magistratura fluminense. “É o maior legado da minha gestão. Com muito esforço, unimos os grupos.”

Veja aqui a íntegra da revista FÓRUM.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja o primeiro a comentar!