segunda, 20 de maio de 2019

AMAERJ | 12 de março de 2019 17:20

Juízes podem apresentar sugestões ao PL Anticrime de Moro

Share 'Juízes podem apresentar sugestões ao PL Anticrime de Moro' on Delicious Share 'Juízes podem apresentar sugestões ao PL Anticrime de Moro' on Digg Share 'Juízes podem apresentar sugestões ao PL Anticrime de Moro' on Facebook Share 'Juízes podem apresentar sugestões ao PL Anticrime de Moro' on Google+ Share 'Juízes podem apresentar sugestões ao PL Anticrime de Moro' on Link-a-Gogo Share 'Juízes podem apresentar sugestões ao PL Anticrime de Moro' on LinkedIn Share 'Juízes podem apresentar sugestões ao PL Anticrime de Moro' on Pinterest Share 'Juízes podem apresentar sugestões ao PL Anticrime de Moro' on reddit Share 'Juízes podem apresentar sugestões ao PL Anticrime de Moro' on StumbleUpon Share 'Juízes podem apresentar sugestões ao PL Anticrime de Moro' on Twitter Share 'Juízes podem apresentar sugestões ao PL Anticrime de Moro' on Add to Bookmarks Share 'Juízes podem apresentar sugestões ao PL Anticrime de Moro' on Email Share 'Juízes podem apresentar sugestões ao PL Anticrime de Moro' on Print Friendly Whatsapp
Renata Gil (à direita) e demais presidentes de associações | Foto: AMB

A presidente da AMAERJ e vice-presidente Institucional da AMB, Renata Gil, convida os juízes criminais do Estado do Rio a apresentar sugestões ao Projeto Anticrime preparado pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.

A colaboração dos juízes criminais de todo o Brasil ao projeto de combate ao crime organizado, às facções criminosas e à violência foi discutida em Brasília nesta terça-feira (12) pelos participantes do Conselho e Representantes da AMB.

No encontro, o presidente da AMB, Jayme de Oliveira, solicitou aos presidentes de associações estaduais representativas da magistratura que acionem os juízes da área criminal a fim de colaborar com o projeto ministerial.

Os magistrados do Estado do Rio interessados em apresentar propostas ao ministro Moro terão 30 dias para formulá-las. As sugestões devem ser enviados à AMAERJ pelo e-mail priscilla@amaerj.org.br.

Na reunião, os dirigentes de associações estaduais discutiram as estratégias de atuação das entidades em relação à Reforma da Previdência (PEC 6/2019) proposta pelo governo federal ao Congresso, e ao Projeto de Lei Anticrime, apresentado por Moro.

A reunião contou com a explicação técnica de um time de consultores em Previdência, contratado pela AMB. A exposição será repassada para todos os associados em breve.

Em vídeo destinado aos magistrados fluminenses, o presidente da AMB, Jayme de Oliveira explicou que os especialistas detalharam o projeto da Reforma da Previdência. “A partir de agora, começaremos o trabalho de elaboração de emendas, junto ao Parlamento. Acreditamos que ela [a Reforma] é extremamente nociva”, alertou ele, ao lado da presidente da AMAERJ.

Leia também: Reforma da Previdência tem aspectos ‘perversos’, acusa a AMB
Ministério da Justiça divide o Pacote Anticrime em três projetos de lei
Governador do Rio e presidente do TRE querem que Renata Gil concorra à presidência da AMB

O texto da reforma da Previdência passará pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), depois será analisado por uma comissão especial e pelo plenário da Câmara. A AMB trabalhará no Congresso por mudanças na proposta.

No encontro, também foram debatidos os pontos a serem aprimorados no PL Anticrime, que propõe a modificação em textos de 14 leis, entre eles os Códigos Penal, de Processo Penal e Eleitoral e das Leis de Execução Penal e de Crimes Hediondos.

Foto: AMB
Foto: AMB

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja o primeiro a comentar!