sexta, 23 de agosto de 2019

AMAERJ | 23 de julho de 2019 16:46

CNJ divulga edital de boas práticas e direitos da primeira infância

Share 'CNJ divulga edital de boas práticas e direitos da primeira infância' on Delicious Share 'CNJ divulga edital de boas práticas e direitos da primeira infância' on Digg Share 'CNJ divulga edital de boas práticas e direitos da primeira infância' on Facebook Share 'CNJ divulga edital de boas práticas e direitos da primeira infância' on Google+ Share 'CNJ divulga edital de boas práticas e direitos da primeira infância' on Link-a-Gogo Share 'CNJ divulga edital de boas práticas e direitos da primeira infância' on LinkedIn Share 'CNJ divulga edital de boas práticas e direitos da primeira infância' on Pinterest Share 'CNJ divulga edital de boas práticas e direitos da primeira infância' on reddit Share 'CNJ divulga edital de boas práticas e direitos da primeira infância' on StumbleUpon Share 'CNJ divulga edital de boas práticas e direitos da primeira infância' on Twitter Share 'CNJ divulga edital de boas práticas e direitos da primeira infância' on Add to Bookmarks Share 'CNJ divulga edital de boas práticas e direitos da primeira infância' on Email Share 'CNJ divulga edital de boas práticas e direitos da primeira infância' on Print Friendly Whatsapp

O CNJ (Conselho Nacional de Justiça) publicou o edital de Boas Práticas de Promoção e Proteção de Direitos da Primeira Infância. Entre 26 de agosto e 6 de setembro, instituições públicas e privadas podem inscrever, em quatro categorias, iniciativas de sucesso.

Confira aqui o edital. São quatro categorias: sistema de Justiça, governo, empresa e sociedade civil organizada. Em cada uma, os três primeiros lugares de cada serão premiados. As experiências inscritas devem ter sido implementadas há pelo menos um ano, e devem ter como característica a promoção e a garantia dos direitos da primeira infância.

A chamada pública é uma das ações do projeto “Justiça Começa na Infância: fortalecendo a atuação do sistema de Justiça na promoção de direitos para o desenvolvimento humano integral”, coordenado pelo CNJ e financiado com recursos do Fundo dos Direitos Difusos (FDD) do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Leia também: Dia mundial contra o tráfico de pessoas é tema de debate na EMERJ
Inscrições para integrar o CNJ terminam na quinta-feira
AMB e AMAERJ tratam de temas da magistratura com Dias Toffoli

*Com informações da AMB

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja o primeiro a comentar!