terça, 23 de julho de 2019

AMAERJ | 31 de outubro de 2012 15:28

Professor alemão Dirk Fabricius abre segundo dia do Seminário de Direito Penal

Share 'Professor alemão Dirk Fabricius abre segundo dia do Seminário de Direito Penal' on Delicious Share 'Professor alemão Dirk Fabricius abre segundo dia do Seminário de Direito Penal' on Digg Share 'Professor alemão Dirk Fabricius abre segundo dia do Seminário de Direito Penal' on Facebook Share 'Professor alemão Dirk Fabricius abre segundo dia do Seminário de Direito Penal' on Google+ Share 'Professor alemão Dirk Fabricius abre segundo dia do Seminário de Direito Penal' on Link-a-Gogo Share 'Professor alemão Dirk Fabricius abre segundo dia do Seminário de Direito Penal' on LinkedIn Share 'Professor alemão Dirk Fabricius abre segundo dia do Seminário de Direito Penal' on Pinterest Share 'Professor alemão Dirk Fabricius abre segundo dia do Seminário de Direito Penal' on reddit Share 'Professor alemão Dirk Fabricius abre segundo dia do Seminário de Direito Penal' on StumbleUpon Share 'Professor alemão Dirk Fabricius abre segundo dia do Seminário de Direito Penal' on Twitter Share 'Professor alemão Dirk Fabricius abre segundo dia do Seminário de Direito Penal' on Add to Bookmarks Share 'Professor alemão Dirk Fabricius abre segundo dia do Seminário de Direito Penal' on Email Share 'Professor alemão Dirk Fabricius abre segundo dia do Seminário de Direito Penal' on Print Friendly Whatsapp

Na manhã desta quarta-feira (24), foi aberto o segundo dia de palestras do Seminário Internacional de Direito Penal e Criminologia. O primeiro palestrante de hoje foi o professor da Universidade de Frankfurt, Dirk Fabricius, que abordou o tema “A Teoria Evolutiva e o Direito Penal”. Também compuseram a mesa, a desembargadora Leila Mariano, diretora-geral da Emerj, o desembargador Luis Gustavo Grandinetti, o procurador da República Juarez Tavares e a professora de alemão, Helena Cardoso, que traduziu a palestra de Dirk Fabricius.

Palestra fez parte do Seminário Internacional, que acontece na Emerj

Especialista nas interpretações do Direito Penal e da Criminologia a partir das observações da Psicanálise, o professor Dirk Fabricius expôs estudos sobre a teoria evolutiva relacionado ao Direito Penal, que tem desenvolvido no centro de estudos em Frankfurt. Através de slides, o professor apresentou exemplos para a sua tese de que é impossível conceituar crime. Autor do livro “Culpabilidade e seus Fundamentos Empíricos”, Dirk Fabricius afirmou que o princípio da culpabilidade se encontra hoje numa condição precária, mas também que um indivíduo só pode viver como cidadão num Estado democrático de Direito.

O professor da Universidade de Frankfurt mostrou o que a Psicanálise e a Psicologia Cognitiva têm a dizer sobre o desenvolvimento da capacidade de compreensão do injusto e da autodeterminação. “Intuições morais e jurídicas não dependem de regras definidas. Nossos sensos de Justiça seguem a evolução e a intuição do ser, que, quando não se encaixam, despertam a sensação de injustiça. Desta forma, surgem as soluções jurídicas, que são estratégias da relação evolutiva estável”, afirmou.

Dirk Fabricius falou sobre “A Teoria Evolutiva e o Direito Penal”

No fim da palestra, os magistrados da mesa agradeceram Dirk Fabricius pelos esclarecimentos em relação ao tema e convidaram a todos a continuarem acompanhando o Seminário, que prossegue hoje e amanhã (01/11). O evento tem como organizadores a Amaerj, a Emerj, a Universidade Gama Filho e a Amperj, e como coordenadores o desembargador Luis Gustavo Grandinetti e o procurador da República Juarez Tavares.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Amaerj

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja o primeiro a comentar!