sexta, 20 de outubro de 2017

AMAERJ | 09 de novembro de 2016 08:36

‘Pacote vai inviabilizar o funcionamento do Judiciário’, diz Renata Gil à TV Globo

Share '‘Pacote vai inviabilizar o funcionamento do Judiciário’, diz Renata Gil à TV Globo' on Delicious Share '‘Pacote vai inviabilizar o funcionamento do Judiciário’, diz Renata Gil à TV Globo' on Digg Share '‘Pacote vai inviabilizar o funcionamento do Judiciário’, diz Renata Gil à TV Globo' on Facebook Share '‘Pacote vai inviabilizar o funcionamento do Judiciário’, diz Renata Gil à TV Globo' on Google+ Share '‘Pacote vai inviabilizar o funcionamento do Judiciário’, diz Renata Gil à TV Globo' on Link-a-Gogo Share '‘Pacote vai inviabilizar o funcionamento do Judiciário’, diz Renata Gil à TV Globo' on LinkedIn Share '‘Pacote vai inviabilizar o funcionamento do Judiciário’, diz Renata Gil à TV Globo' on Pinterest Share '‘Pacote vai inviabilizar o funcionamento do Judiciário’, diz Renata Gil à TV Globo' on reddit Share '‘Pacote vai inviabilizar o funcionamento do Judiciário’, diz Renata Gil à TV Globo' on StumbleUpon Share '‘Pacote vai inviabilizar o funcionamento do Judiciário’, diz Renata Gil à TV Globo' on Twitter Share '‘Pacote vai inviabilizar o funcionamento do Judiciário’, diz Renata Gil à TV Globo' on Add to Bookmarks Share '‘Pacote vai inviabilizar o funcionamento do Judiciário’, diz Renata Gil à TV Globo' on Email Share '‘Pacote vai inviabilizar o funcionamento do Judiciário’, diz Renata Gil à TV Globo' on Print Friendly Whatsapp

bdrj1

A presidente da AMAERJ, Renata Gil, destacou os riscos do “pacote de maldades” do Governo do Estado, nesta quarta-feira (9), em entrevista ao “Bom Dia Brasil”, da TV Globo. A juíza criticou as propostas de aumento da contribuição previdenciária e do uso do Fundo Especial do TJ-RJ. Assista aqui à entrevista.

“Retirar 30% do salário do servidor de forma drástica, como proposto pelo pacote, é confisco. O pacote vai inviabilizar o funcionamento do Judiciário. Já sofremos com o não repasse dos duodécimos constitucionais, que são valores do Poder Judiciário. O uso do Fundo Especial do Tribunal de Justiça para pagamento de salário vai inviabilizar seu próprio funcionamento”, afirmou Renata Gil.

O telejornal também citou a nota pública das associações de classes jurídicas do Rio de Janeiro, divulgada nesta terça-feira (8). As entidades manifestaram inconformismo com parte das medidas propostas, por flagrantes inconstitucionalidades, pela violação de direitos fundamentais e por onerar excessivamente a população mais vulnerável e todo o funcionalismo estadual.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja o primeiro a comentar!