quinta, 13 de dezembro de 2018

AMAERJ | 06 de fevereiro de 2018 12:00

Nota oficial da AMAERJ

Share 'Nota oficial da AMAERJ' on Delicious Share 'Nota oficial da AMAERJ' on Digg Share 'Nota oficial da AMAERJ' on Facebook Share 'Nota oficial da AMAERJ' on Google+ Share 'Nota oficial da AMAERJ' on Link-a-Gogo Share 'Nota oficial da AMAERJ' on LinkedIn Share 'Nota oficial da AMAERJ' on Pinterest Share 'Nota oficial da AMAERJ' on reddit Share 'Nota oficial da AMAERJ' on StumbleUpon Share 'Nota oficial da AMAERJ' on Twitter Share 'Nota oficial da AMAERJ' on Add to Bookmarks Share 'Nota oficial da AMAERJ' on Email Share 'Nota oficial da AMAERJ' on Print Friendly Whatsapp

A propósito de reportagens publicadas na imprensa, a AMAERJ esclarece que todos os benefícios recebidos por magistrados do Rio de Janeiro são previstos em lei e existem nos outros Poderes e na iniciativa privada.

Os auxílios pré-escolar e educação são eventuais, condicionados a regras e à situação específica de cada magistrado. São recebidos apenas por parte da magistratura.

Os resultados do trabalho dos magistrados do TJ-RJ e seu retorno à sociedade são públicos. Em 2017, pelo oitavo ano consecutivo, os juízes e desembargadores fluminenses foram os mais produtivos do País, segundo o Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Em 2016, os magistrados do Rio finalizaram, em média, 3.388 processos cada, desempenho 35% superior ao do segundo lugar.

A atividade da Justiça é essencial à população e à democracia. A magistratura continuará dedicada ao trabalho sério e de alta qualidade, que fortalece o Poder Judiciário, pilar do Estado Democrático de Direito.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Eduardo Mayr 2018-02-07 10:18:58

Cumprimentos pela lúcida nota oficial. Des. Mayr

O comentário não representa a opinião da AMAERJ; a responsabilidade é do autor da mensagem.