sexta, 23 de agosto de 2019

AMAERJ | 23 de maio de 2019 16:22

Justiça ordena que pedágio da Linha Amarela volte a ser cobrado

Share 'Justiça ordena que pedágio da Linha Amarela volte a ser cobrado' on Delicious Share 'Justiça ordena que pedágio da Linha Amarela volte a ser cobrado' on Digg Share 'Justiça ordena que pedágio da Linha Amarela volte a ser cobrado' on Facebook Share 'Justiça ordena que pedágio da Linha Amarela volte a ser cobrado' on Google+ Share 'Justiça ordena que pedágio da Linha Amarela volte a ser cobrado' on Link-a-Gogo Share 'Justiça ordena que pedágio da Linha Amarela volte a ser cobrado' on LinkedIn Share 'Justiça ordena que pedágio da Linha Amarela volte a ser cobrado' on Pinterest Share 'Justiça ordena que pedágio da Linha Amarela volte a ser cobrado' on reddit Share 'Justiça ordena que pedágio da Linha Amarela volte a ser cobrado' on StumbleUpon Share 'Justiça ordena que pedágio da Linha Amarela volte a ser cobrado' on Twitter Share 'Justiça ordena que pedágio da Linha Amarela volte a ser cobrado' on Add to Bookmarks Share 'Justiça ordena que pedágio da Linha Amarela volte a ser cobrado' on Email Share 'Justiça ordena que pedágio da Linha Amarela volte a ser cobrado' on Print Friendly Whatsapp

* G1

Pedágio da Linha Amarela — Foto: Reprodução/TV Globo

A Justiça do Rio suspendeu os efeitos de decreto publicado pelo prefeito Marcelo Crivella e autorizou que o pedágio na Linha Amarela no sentido Fundão volte a ser cobrado. A decisão do juiz Daniel Schiavoni Miller, da 6ª Vara de Fazenda Pública do TJ-RJ, foi proferida nesta quarta-feira (22).

Leia também: Eleitor com biometria em banco de dados não precisa ir à revisão
Documentário ‘A Juíza’ estreia no Brasil com sessões gratuitas
EMERJ promove palestras para celebrar o Dia Nacional da Adoção

Com a decisão, os motoristas voltarão a pagar o pedágio nos dois sentidos da via.

O prefeito Marcelo Crivella, na terça-feira (21), havia determinado a suspensão do pedágio da Linha Amarela, no sentido Barra-Fundão. A ordem de Crivella estabeleceu que as cancelas da pista deveriam ficar abertas por um período de 19 meses.

Na decisão judicial mais recente, além de suspender a determinação do prefeito, o juiz ordenou que o “Município do Rio de Janeiro se abstenha de praticar novos atos de suspensão da cobrança de pedágio na Linha Amarela”.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja o primeiro a comentar!