sábado, 18 de novembro de 2017

AMAERJ | 13 de novembro de 2017 16:16

Juiz Anderson de Paiva lança livro na EMERJ

Share 'Juiz Anderson de Paiva lança livro na EMERJ' on Delicious Share 'Juiz Anderson de Paiva lança livro na EMERJ' on Digg Share 'Juiz Anderson de Paiva lança livro na EMERJ' on Facebook Share 'Juiz Anderson de Paiva lança livro na EMERJ' on Google+ Share 'Juiz Anderson de Paiva lança livro na EMERJ' on Link-a-Gogo Share 'Juiz Anderson de Paiva lança livro na EMERJ' on LinkedIn Share 'Juiz Anderson de Paiva lança livro na EMERJ' on Pinterest Share 'Juiz Anderson de Paiva lança livro na EMERJ' on reddit Share 'Juiz Anderson de Paiva lança livro na EMERJ' on StumbleUpon Share 'Juiz Anderson de Paiva lança livro na EMERJ' on Twitter Share 'Juiz Anderson de Paiva lança livro na EMERJ' on Add to Bookmarks Share 'Juiz Anderson de Paiva lança livro na EMERJ' on Email Share 'Juiz Anderson de Paiva lança livro na EMERJ' on Print Friendly Whatsapp

Um dos 18 novos juízes do TJ-RJ, Anderson de Paiva Gabriel vai lançar, em 5 de dezembro, às 18h, o livro “O Contraditório Participativo no Processo Penal”, publicado pela editora Gramma. O lançamento da obra será no seminário “As novas tendências do Processo Penal e a influência do CPC 2015”, no Auditório Roberto Leite Ventura, na EMERJ (Escola da Magistratura).

Magistrado desde janeiro, Anderson de Paiva apresentou o livro, em outubro, para a presidente da AMAERJ, Renata Gil. Na publicação, o juiz faz uma análise da fase pré-processual à luz do novo Código de Processo Civil e da Constituição. Compre o livro aqui.

Leia também: Juízes destacam a união da magistratura do Rio em Encontro Estadual

Juíza Ana Paula Barros é homenageada no TJMMG

TJ-RJ cria Casas da Família para mediação de conflitos

O objetivo do autor é provocar reflexões, especialmente sobre o novo CPC. “O livro é indicado para todos que queiram se aprofundar no processo penal. O CPC de 2015 fez renascer o processo civil, mas também lançou luz sobre o processo penal, conferindo-lhe uma sobrevida democrática até que seja editado um novo código. O atual CPP atravessou várias gerações e foi mutilado pelas sucessivas reformas, evocando a imagem de uma Quimera.”

Também participarão do seminário a desembargadora Kátia Maria Jangutta, o juiz Felipe Gonçalves, os defensores Franklyn Roger e José Roberto Porto e o promotor Humberto Dalla Pinho. O auditório da EMERJ está na Rua Dom Manuel, 25, 1º andar, Centro, Rio de Janeiro.

Anderson de Paiva é mestre em Direito Processual pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Juiz substituto do TJ-RJ, aprovado em 1º lugar no 47º Concurso. Anteriormente, atuou como delegado de Polícia do Rio (2010-2017) e de Santa Catarina (2009-2010).

Ele é graduado em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2008), tem especialização em Direito Público e Privado pelo Instituto Superior do Ministério Público (2010), em Direito Constitucional pela Universidade Estácio de Sá (2010) e em Gestão em Segurança Pública pela Universidade do Sul de Santa Catarina (2011).

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja o primeiro a comentar!