terça, 18 de junho de 2019

AMAERJ | 07 de janeiro de 2019 10:31

Tribunal acolheu 1,7 milhão de novos processos em 2018

Share 'Tribunal acolheu 1,7 milhão de novos processos em 2018' on Delicious Share 'Tribunal acolheu 1,7 milhão de novos processos em 2018' on Digg Share 'Tribunal acolheu 1,7 milhão de novos processos em 2018' on Facebook Share 'Tribunal acolheu 1,7 milhão de novos processos em 2018' on Google+ Share 'Tribunal acolheu 1,7 milhão de novos processos em 2018' on Link-a-Gogo Share 'Tribunal acolheu 1,7 milhão de novos processos em 2018' on LinkedIn Share 'Tribunal acolheu 1,7 milhão de novos processos em 2018' on Pinterest Share 'Tribunal acolheu 1,7 milhão de novos processos em 2018' on reddit Share 'Tribunal acolheu 1,7 milhão de novos processos em 2018' on StumbleUpon Share 'Tribunal acolheu 1,7 milhão de novos processos em 2018' on Twitter Share 'Tribunal acolheu 1,7 milhão de novos processos em 2018' on Add to Bookmarks Share 'Tribunal acolheu 1,7 milhão de novos processos em 2018' on Email Share 'Tribunal acolheu 1,7 milhão de novos processos em 2018' on Print Friendly Whatsapp

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro recebeu, de janeiro a novembro de 2018, 1.684.875 novos processos. O total representa o crescimento de 2,5% no número de ações ajuizadas na primeira instância em comparação ao mesmo período de 2017, quando o TJ-RJ recebeu 1.641.458 processos.

A exemplo de 2017, os Juizados Especiais Cíveis foram os que tiveram o maior número de demandas, totalizando 513.972 ações. O número representa uma redução de cerca de 10%. De janeiro a novembro de 2017, foram ajuizados 565.552 processos.

Leia também: Jayme Boente é nomeado presidente do Conselho de Segurança do Rio
CNJ avalia ampliar varas colegiadas para crime organizado
Ministro Salomão elege os 30 julgamentos mais importantes do STJ

De acordo com levantamento do TJ-RJ, a diferença mais significativa aconteceu nas ações da Dívida Ativa Municipal. Em 2017, foram ajuizadas 168.181 ações. No ano passado, o número de processos somou 247.173, o que representa um crescimento de 32%.

Já nas varas cíveis, a quantidade de novos processos reduziu de 253.952, em 2017, para 245.633 em 2018. Durante o período, também foram ajuizados 186.258 processos nas varas de família, e 117.621 nas varas criminais.

TJ mais produtivo

O Relatório Justiça em Números 2018, divulgado pelo CNJ (Conselho Nacional de Justiça) em setembro, apontou que os magistrados e servidores do TJ-RJ têm a maior carga de trabalho e o maior índice de produtividade entre os tribunais estaduais de todo o país.

De acordo com o relatório, os juízes fluminenses de primeira instância apresentaram uma carga de trabalho de 21.519 processos em 2017. O resultado é 161% maior que a média nacional e 74% superior em relação à carga média dos magistrados do Tribunal de Justiça de São Paulo, o segundo no ranking do CNJ.

O Judiciário fluminense também se destacou nos índices de novos processos, na proporção para magistrados, apresentando uma média de 3.495 novos processos para cada juiz julgar. Foi o maior número entre todos os tribunais estaduais, que registraram uma média de 1.581 processos.

Confira a relação de processos recebidos até novembro de 2018, por competência:

Fonte: TJ-RJ

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja o primeiro a comentar!