segunda, 14 de outubro de 2019

AMAERJ | 24 de setembro de 2019 16:12

CNJ julga improcedente processo contra o desembargador Luiz Zveiter

Share 'CNJ julga improcedente processo contra o desembargador Luiz Zveiter' on Delicious Share 'CNJ julga improcedente processo contra o desembargador Luiz Zveiter' on Digg Share 'CNJ julga improcedente processo contra o desembargador Luiz Zveiter' on Facebook Share 'CNJ julga improcedente processo contra o desembargador Luiz Zveiter' on Google+ Share 'CNJ julga improcedente processo contra o desembargador Luiz Zveiter' on Link-a-Gogo Share 'CNJ julga improcedente processo contra o desembargador Luiz Zveiter' on LinkedIn Share 'CNJ julga improcedente processo contra o desembargador Luiz Zveiter' on Pinterest Share 'CNJ julga improcedente processo contra o desembargador Luiz Zveiter' on reddit Share 'CNJ julga improcedente processo contra o desembargador Luiz Zveiter' on StumbleUpon Share 'CNJ julga improcedente processo contra o desembargador Luiz Zveiter' on Twitter Share 'CNJ julga improcedente processo contra o desembargador Luiz Zveiter' on Add to Bookmarks Share 'CNJ julga improcedente processo contra o desembargador Luiz Zveiter' on Email Share 'CNJ julga improcedente processo contra o desembargador Luiz Zveiter' on Print Friendly Whatsapp
Sessão do Conselho Nacional de Justiça | Foto: Luiz Silveira/Agência CNJ

Por unanimidade, o CNJ (Conselho Nacional de Justiça) arquivou o Processo Administrativo Disciplinar 0004494-39.2017.2.00.0000, que apurava supostas irregularidades em obras do TRE-RJ (Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro) em 2012, presidido à época pelo desembargador Luiz Zveiter. A ação foi julgada improcedente pelo plenário na sessão desta terça-feira (24).

O presidente do CNJ, Dias Toffoli, o corregedor nacional de Justiça, Humberto Martins, e os conselheiros seguiram o relator, Arnaldo Hossepian.

Leia também: TRE do Rio de Janeiro abre edital de rodízio de juízes
Participe da consulta da AMB sobre o teletrabalho para magistrados
Diretoria define estratégias de atuação em defesa de magistrados

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja o primeiro a comentar!