quarta, 12 de dezembro de 2018

AMAERJ | 08 de outubro de 2018 16:09

Apuração no Rio é a segunda mais rápida entre os Estados maiores

Share 'Apuração no Rio é a segunda mais rápida entre os Estados maiores' on Delicious Share 'Apuração no Rio é a segunda mais rápida entre os Estados maiores' on Digg Share 'Apuração no Rio é a segunda mais rápida entre os Estados maiores' on Facebook Share 'Apuração no Rio é a segunda mais rápida entre os Estados maiores' on Google+ Share 'Apuração no Rio é a segunda mais rápida entre os Estados maiores' on Link-a-Gogo Share 'Apuração no Rio é a segunda mais rápida entre os Estados maiores' on LinkedIn Share 'Apuração no Rio é a segunda mais rápida entre os Estados maiores' on Pinterest Share 'Apuração no Rio é a segunda mais rápida entre os Estados maiores' on reddit Share 'Apuração no Rio é a segunda mais rápida entre os Estados maiores' on StumbleUpon Share 'Apuração no Rio é a segunda mais rápida entre os Estados maiores' on Twitter Share 'Apuração no Rio é a segunda mais rápida entre os Estados maiores' on Add to Bookmarks Share 'Apuração no Rio é a segunda mais rápida entre os Estados maiores' on Email Share 'Apuração no Rio é a segunda mais rápida entre os Estados maiores' on Print FriendlyWhatsapp

Não houve incidentes em relação à segurança do processo eleitoral no Rio | Foto: Nelson JR./TSE

A totalização dos votos das 33.901 urnas eletrônicas no Estado do Rio de Janeiro foi concluída às 23h16 deste domingo (7). O desempenho da Justiça Eleitoral fluminense é o segundo mais rápido entre os cinco maiores TREs (Tribunais Regionais Eleitorais) do país, atrás apenas de Minas Gerais. O presidente do TRE-RJ, Carlos Eduardo da Fonseca Passos, destacou que a apuração transcorreu de forma ágil e segura.

“Neste primeiro turno, testamos com sucesso, em algumas seções eleitorais, uma nova tecnologia do TSE, denominada JE Connect, que permite a transmissão dos dados por uma rede segura sem fio. No segundo turno, pretendo ampliar o uso dessa ferramenta, o que deve tornar a totalização dos votos ainda mais ágil”, disse Fonseca Passos.

Leia também: AMAERJ parabeniza juízes eleitorais do Estado
TJ-RJ é pioneiro ao fazer audiências de custódia em fins de semana e feriados
‘Notícias falsas buscam disseminar desinformação’, diz Rosa Weber

Apesar do clima de polarização política e da circulação de mensagens falsas no domingo, não houve incidentes em relação à segurança do processo eleitoral.

“O TRE-RJ agradece a colaboração de todos os órgãos da Coalizão Eleitoral, comitê de ação integrada que reúne, além do Judiciário, o Ministério Público Eleitoral e instituições da área de segurança. A Coalizão desempenhou papel de fundamental importância para o bem-sucedido esquema de segurança das eleições, que contou ainda com o valoroso apoio das forças armadas, inclusive no transporte de urnas em áreas conflagradas”, declarou o presidente do TRE-RJ.

Apesar das filas geradas pela maior demora na digitação dos números de seis candidatos, assim como pela identificação biométrica, que ainda está em fase de implementação, o TRE-RJ destaca que o direito ao exercício do voto dos mais de 12,4 milhões de eleitores fluminenses foi garantido pela Justiça Eleitoral.

“Deve-se ressaltar que o aproveitamento dos dados biométricos do Detran-RJ, embora no momento da votação possa ter gerado alguma demora, será positivo para o eleitor, que, tendo sua biometria validada, poderá ser dispensado pelo TSE de comparecimento posterior ao cartório eleitoral para realizar o cadastramento”, afirmou o magistrado.

O TRE-RJ agradeceu aos mais de 135 mil mesários, juízes eleitorais, servidores e demais colaboradores “que tornaram possível a realização de um evento complexo e de grande porte como as eleições. O papel da imprensa, que presta importante serviço à população, também merece ser destacado, inclusive no esclarecimento das chamadas ‘fake news’.”

Fonte: TRE-RJ

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja o primeiro a comentar!