terça, 23 de julho de 2019

AMAERJ | 08 de fevereiro de 2017 12:46

AMB apresentará emendas à Reforma da Previdência

Share 'AMB apresentará emendas à Reforma da Previdência' on Delicious Share 'AMB apresentará emendas à Reforma da Previdência' on Digg Share 'AMB apresentará emendas à Reforma da Previdência' on Facebook Share 'AMB apresentará emendas à Reforma da Previdência' on Google+ Share 'AMB apresentará emendas à Reforma da Previdência' on Link-a-Gogo Share 'AMB apresentará emendas à Reforma da Previdência' on LinkedIn Share 'AMB apresentará emendas à Reforma da Previdência' on Pinterest Share 'AMB apresentará emendas à Reforma da Previdência' on reddit Share 'AMB apresentará emendas à Reforma da Previdência' on StumbleUpon Share 'AMB apresentará emendas à Reforma da Previdência' on Twitter Share 'AMB apresentará emendas à Reforma da Previdência' on Add to Bookmarks Share 'AMB apresentará emendas à Reforma da Previdência' on Email Share 'AMB apresentará emendas à Reforma da Previdência' on Print Friendly Whatsapp
reforma prev

Foto: AMB

A Comissão de Estudos para Análise da Proposta de Reforma da Previdência Social da AMB discutiu nesta terça-feira (7), em Brasília, as estratégias para evitar a aprovação do texto original da PEC 287/2016, apresentada pelo Poder Executivo. Para a vice-presidente Institucional da entidade e presidente da AMAERJ, Renata Gil, o trabalho preventivo é fundamental para possibilitar a discussão das irregularidades e inconstitucionalidades da proposta.

“Nosso papel é importante pela qualidade técnica dos trabalhos que desenvolvemos sobre o tema. Vários pontos são obscuros e não têm parâmetro. Vamos apontar isso aos deputados e abrir esse debate”, disse.

No encontro, com participações presenciais e via internet, o vice-presidente de Planejamento Estratégico, Previdência e Assuntos Jurídicos da AMB, Nelson Missias, informou que a Frente Associativa da Magistratura e do Ministério Público (Frentas) vai enviar aos parlamentares um conjunto com quatro ou cinco emendas que visam garantir direitos e aperfeiçoar o regime atual.

A defesa da paridade e da integralidade entre servidores da ativa e aposentados, regras justas de transição e idade mínima estão entre os principais pontos a ser defendidos pela magistratura. “Nosso alerta número um aos magistrados nos estados é que articulem junto aos parlamentares sensíveis às nossas reivindicações que participem da Comissão Especial de Reforma da Previdência, a ser instalada até a próxima quinta-feira”, afirmou Missias.

O grupo, que terá prazo de dez sessões para analisar a matéria, será composto por 36 deputados titulares e respectivos suplentes.

O vice-presidente de Assuntos Legislativos, Jerson Gubert, destacou que a reforma, vai trazer efeitos nocivos à sociedade como um todo. “É preciso discutir com profundidade todos os tipos de alterações previdenciárias, porque isso não diz respeito a um governo, a uma parcela da sociedade ou apenas à magistratura. Isso diz respeito ao futuro das próximas gerações”, pontuou.

O juiz João Fischer, membro da Secretaria de Planejamento Estratégico e Previdência da AMB, alertou que “todo magistrado no Brasil deve estar muito atento a essa reforma, porque ela traz elementos que realmente causam prejuízo, são inconstitucionais e podem transformar o momento da aposentadoria do juiz em um momento extremamente difícil pra sua vida”.

(Com informações da AMB)

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja o primeiro a comentar!