segunda, 15 de outubro de 2018

AMAERJ | 09 de outubro de 2018 13:10

AMB e CNJ selam convênio para eventos jurídicos e culturais

Share 'AMB e CNJ selam convênio para eventos jurídicos e culturais' on Delicious Share 'AMB e CNJ selam convênio para eventos jurídicos e culturais' on Digg Share 'AMB e CNJ selam convênio para eventos jurídicos e culturais' on Facebook Share 'AMB e CNJ selam convênio para eventos jurídicos e culturais' on Google+ Share 'AMB e CNJ selam convênio para eventos jurídicos e culturais' on Link-a-Gogo Share 'AMB e CNJ selam convênio para eventos jurídicos e culturais' on LinkedIn Share 'AMB e CNJ selam convênio para eventos jurídicos e culturais' on Pinterest Share 'AMB e CNJ selam convênio para eventos jurídicos e culturais' on reddit Share 'AMB e CNJ selam convênio para eventos jurídicos e culturais' on StumbleUpon Share 'AMB e CNJ selam convênio para eventos jurídicos e culturais' on Twitter Share 'AMB e CNJ selam convênio para eventos jurídicos e culturais' on Add to Bookmarks Share 'AMB e CNJ selam convênio para eventos jurídicos e culturais' on Email Share 'AMB e CNJ selam convênio para eventos jurídicos e culturais' on Print Friendly Whatsapp

Jayme de Oliveira e Dias Toffoli – Foto: Luiz Silveira/Agência CNJ

O presidente da AMB, Jayme de Oliveira, e o presidente do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), Dias Toffoli, assinaram nesta segunda-feira (8) um Termo de Cooperação Técnica para a realização de eventos jurídicos e culturais pela entidade e pelo órgão.

Leia também: Inscrições para 1º Seminário Bacenjud terminam em dez dias
AMB e AMAERJ dão parabéns aos 567 parlamentares eleitos no país
TJ e MP empregam inteligência artificial contra abusos de empresas

Em cerimônia realizada no CNJ e conduzida pelo ministro, também presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), foram estabelecidas as responsabilidades das parte. Uma das cláusulas rege que o CNJ tem o compromisso de apresentar sugestões para a execução de projetos, que serão posteriormente analisados e aprovados pela AMB. Da mesma forma, a Associação deverá analisar e aprovar os projetos apresentados pelo Conselho.

“O termo é mais um marco na história de parceria entre os órgãos do Judiciário e do esforço da AMB em promover ações cada vez mais qualificadas de aprimoramento da cultura jurídica aos magistrados brasileiros”, afirmou Jayme de Oliveira.

Fonte: AMB

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja o primeiro a comentar!